Remo desembarca em Maceió-AL e elenco participa de regenerativo na praia

11/08/2017
Jogadores remistas realizam atividade física em Maceió-AL

Os jogadores do Remo realizaram apenas um treino regenerativo na tarde desta quinta-feira (10/08), na orla da praia de Pajuçara, em Maceió (AL), sob o comando do preparador físico Walter Grassmann. Foi a maneira encontrada pela comissão técnica para os jogadores recuperarem a musculatura após aproximadamente 9 horas de viagem à capital alagoana, local do jogo de sábado (12/08), às 16h, no estádio Rei Pelé, contra o CSA (AL). O elenco azulino vai realizar o último treinamento no CT do CRB (AL), nesta sexta-feira (11/08).

O Remo precisa vencer o CSA (AL) para continuar dentro do G4 do Grupo A da Série C. O Leão está na 4ª colocação com 18 pontos. Se vencer, o Remo ficará mais perto da classificação à próxima fase da competição, o mata-mata do acesso à Série B.

A missão de trazer os 3 pontos para Belém será difícil, diante de um adversário que vem fazendo boa campanha na competição e é o líder do Grupo A. Mesmo assim, os jogadores do Leão estão focados em dar seu melhor para conseguir o bom resultado.

“Temos que pensar jogo após jogo. Não adianta pensar na classificação lá na frente sem vencer os jogos de agora. Então, é passo a passo. Encarar cada jogo como decisão. O jogo contra o CSA (AL) será difícil, até pela campanha que o time está fazendo, mas temos total condição de buscar um resultado positivo e pontuar”, afirmou o goleiro Vinícius.

O técnico Léo Goiano ainda deve acertar alguns detalhes, mas o Remo está praticamente definido com Vinícius no gol e Ilaílson fazendo a função de lateral-direito, já que Léo Rosa ficou em Belém tratando um edema na coxa. A zaga se mantém com Bruno Costa e Leandro Silva e a lateral-esquerda com Gerson. O meio-campo será formado por João Paulo, Dudu, França e Eduardo Ramos. O ataque terá Edgar, que assume a posição no lugar de Pimentinha, também lesionado, e Luiz Eduardo.

“O time está escalado. Podem ser esses 11 que começam jogando, mas tem a possibilidade do Jaquinha, do Flamel, do Martony, que vêm treinando bem, entrarem no começo ou no decorrer da partida. São algumas possibilidades”, afirmou o técnico Léo Goiano, que vai fazer o último coletivo para definir a equipe.

Um dos problemas que está tentando resolver desde que chegou é a pressão do adversário em cima do Leão na reta final de uma partida. Isso ocorreu contra o Confiança (SE), fazendo o Remo conquistar apenas 1 ponto em casa, ao deixar o adversário empatar. Os jogadores do Leão dizem que aprenderam a lição e, contra o CSA (AL), prometem estar mais atentos.

“Claro que quando você está vencendo a partida, a equipe adversária se lança. Aconteceu isso nos jogos que fizemos em casa. Acabamos cedendo alguns empates e, no último, saímos frustados. É continuar trabalhando. Temos que tirar lição desse jogo e trabalhar. Temos que sempre lembrar de não abaixar a guarda e o nível de concentração da partida e sair de campo sem sofrer gols. Acho que temos que usar esse tipo de coisa para acertar um contra-ataque, fazer gol e matar logo o jogo, para não ter mais surpresas”, garantiu Vinícius.

O Liberal, 11/08/2017