Diretores dizem ter 60% do planejamento traçado para 2018

20/10/2017
Fenômeno Azul

Com a oficialização da autonomia dada à comissão que ficará à frente dos principais departamentos do Clube do Remo, após decisão do presidente Manoel Ribeiro, a expectativa agora é sobre a forma de atuação desses profissionais daqui em diante.

Sem tempo a perder, os novos “homens-fortes” do futebol do Leão – Milton Campos e Paulinho Araújo – já teriam 60% do planejamento adiantado no que se refere ao futebol do clube. Inclusive, nesta sexta-feira (20/10), Milton participa de uma reunião no Rio de Janeiro, ao lado do também deputado Hélio Leite, com representantes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e do canal Esporte Interativo, na tentativa de firmar parceria com o Leão.

O modelo que será apresentado no encontro é no mesmo molde do que foi feito entre o órgão e o veículo de comunicação com a equipe do Fortaleza (CE), disponibilizando recursos financeiros imediatos, visando a ascensão do time azulino rumo à Série B.

Caso seja confirmada a negociação junto à CBF e com o Esporte Interativo, os valores repassados ao Clube do Remo deverão ser aplicados nas obras do Baenão e na formação de um projeto paralelo ao futebol.

Além disso, a comissão já teria firmado pré-contrato com cerca de 10 atletas para defender o Leão na próxima temporada. No entanto, como era previsto, os dirigentes ainda analisam com cautela os acordos antes de divulgar qualquer informação para a imprensa e para os seus torcedores.

Como informou o diretor de futebol Paulinho Araújo, a única certeza nesse momento, é que o futuro comandante azulino será de fora do Estado.

“Felizmente, as coisas se acertaram. Agora é trabalhar. No momento, temos mais de 10 jogadores apalavrados, mas por alguns motivos não vale identificar. Sobre o treinador, o profissional virá de fora”, explicou o diretor azulino.

Definindo a preferência por um técnico de fora do Estado, nomes como Ney da Matta e de Tarcísio Pugliese ganham força nos bastidores. Aliás, outro nome que pode ser confirmado pelo colegiado é de Gustavo Mendes, para ocupar a função de executivo de futebol.

Milton Campos ainda tentará trazer para a equipe o advogado Antônio Miléo Júnior, que foi um dos responsáveis pelos processos de rescisões contratuais e montagem do plano de atuação. Miléo desistiu de fazer parte do colegiado, mas Milton acredita que o colega mudará de ideia.

Diário do Pará, 20/10/2017

4 Comments

  1. Léo Leão

    20 de outubro de 2017 at 19:59

    Espero que os novos diretores tenham sorte e sucesso, apesar de estarem carregados de velhos conceitos, já que como anunciaram “o técnico tem que ser de fora”, e o resto a gente já conhece… Aquele monte de pernas de paus que vem por indicação. Continuo achando que Léo Goiano é a melhor opção no momento, sabe montar equipes competitivas com jogadores de baixo custo. Fica a dica.

  2. Paulo Barroso

    21 de outubro de 2017 at 09:33

    Concordo plenamente com o Léo!

  3. Orlando Torres

    21 de outubro de 2017 at 09:42

    ainda é muito cedo pra falar alguma coisa ate porque esse caras nunca aprende porra tem tanto tecnico bom aqui em Belém ai eles essas porra que tão parado vou falar de novo tem o cacaio. Léo goiano.o próprio lecheva só trazem essas merdas tomara que dê certo porque quem se ferra e a torcida e o clube..

  4. Mauro Santos

    21 de outubro de 2017 at 11:14

    Tem que ser técnico e time caseiro, os de fora São todos mercenários, será que não aprendem ou tem gente levando por fora, nosso dindin!