CBLoL
CBLoL

O e-sport – disputa de jogos eletrônicos on-line – é um fenômeno mundial e está em franca ascensão, com sites de transmissão como o Twitch.tv e o Azubu.tv, que funcionam como o YouTube, só que apenas para partidas ao vivo de videogames, sejam campeonatos ou disputas casuais entre amigos. Estima-se que o mercado internacional de e-sports tenha 71 milhões de espectadores.

No Brasil, o e-sport está em processo de crescimento, mesmo já sendo bem popular. O jogo mais disputado no país atualmente é o League of Legends, com o apoio da produtora Riot Games em suas competições oficiais, como o Campeonato Brasileiro – ou CBLoL. Jogos como Counter Strike e Fifa também possuem torneios nacionais.

O Leão firmou recentemente parceria com uma equipe de ponta do cenário nacional dos esportes eletrônicos e com um time vestindo as cores do Fenômeno Azul, passará a disputar torneios de “League of Legends” e “Counter Strike”.

O objetivo do Clube do Remo nos e-sports em 2016 é estruturar seu projeto com uma equipe de League of Legends, inicialmente, jogando na Tier 2 (Segunda Divisão) e futuramente conquistar o acesso à Tier 1 (Primeira Divisão) do esporte.

Já reconhecido por sua intervenção nos meios digitais, o Remo teve um desempenho fantástico, em 2015, em suas redes sociais, trazendo audiência, informação e aproximando um novo público do clube. Em 2016, a meta é ampliar ainda as opções em suas plataformas digitais. O próximo ano será de muitas novidades para a torcida azulina, como a Rádio Web, o lançamento de um aplicativo e a equipe de e-sports, que irá ampliar a capacidade de interação com a torcida.

“O objetivo do projeto é aumentar a visibilidade dessa nova forma de praticar esporte, assim como a capacidade de retorno comercial aos nossos patrocinadores”, explicou o Diretor Executivo da Troika Consultoria & Marketing, empresa responsável pelo gerenciamento das mídias do clube, Patrick Paraense.

“O Remo tem uma das maiores torcidas do Brasil e, por isso, temos a obrigação e o compromisso com a busca constante por inovações”, comentou.

Site Oficial do Clube do Remo, 23/12/2015