Caxias-RS 2×4 Remo (Jaderson, Bruno Bispo e Diogo Batista) – Foto: Samara Miranda (Clube do Remo)
Caxias-RS 2×4 Remo (Jaderson, Bruno Bispo e Diogo Batista) – Foto: Samara Miranda (Clube do Remo)

Nem os 4°C que o termômetro marcava no estádio Centenário fizeram o jogo “esfriar” em Caxias do Sul (RS). A equipe azulina venceu o Caxias (RS) por 4 a 2, pela 12ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro.

Os primeiros minutos foram equilibrados, mas o Clube do Remo foi oportunista e abriu o placar logo aos 7 minutos. Em cobrança de escanteio de Marco Antônio pela direita, Bruno Bispo escorou para o gol e, com a colaboração do goleiro Zé Carlos, a bola foi para o fundo das redes.

Mesmo após algumas tentativas de fora da área do time gaúcho logo após sofrer o gol, o Remo seguiu firme protegendo o placar mínimo até os 19 minutos, quando Giovanni Pavani recebeu um passe de lateral e acertou um golaço de fora da área, aproveitando a pouca visibilidade do goleiro adversário e aumentando a fatura para o Leão.

A partir da metade do primeiro tempo, o Caxias (RS) começou a tentar equilibrar o jogo. Em chegadas pela esquerda com Galván e Gabriel Silva, o time buscava penetrar no ataque, mas parava na defesa azulina.

O Leão poderia até aumentar a fatura com Marco Antônio, aos 36 minutos, que recebeu sozinho pela esquerda, mas a chance parou na zaga. Mesmo assim, a intensidade do Remo no primeiro tempo chamou a atenção de quem esperava um time “apático”, como geralmente acontece fora de Belém.

As chances reais do Caxias (RS) depois do segundo gol azulino foram nos 10 últimos minutos do primeiro tempo.

Aos 41 minutos, Álvaro recebeu cruzamento na pequena área e parou na bela defesa à queima-roupa de Marcelo Rangel. Neste lance, o goleiro se chocou com o adversário e acabou se lesionando, sendo substituído no intervalo por Léo Lang.

Rangel já não jogaria contra a Ferroviária (SP), na próxima rodada, pois já havia levado o 3º cartão amarelo, devido a uma suposta “cera”.

Nos acréscimos da primeira etapa, Marcelo fez o travessão azulino balançar em uma cobrança de falta em frente à área, também aproveitando a baixa visibilidade.

A etapa complementar foi marcada por uma visão bastante prejudicada, devido ao forte nevoeiro que se acentuou com o passar do tempo. Isso, inclusive, possibilitou mais um golaço, mas desta vez a favor do Caxias (RS).

Logo aos 4 minutos, Gabriel Silva cortou para dentro e, de fora da área, bateu de perna direita, no ângulo de Léo Lang, que nada pôde fazer.

Aos 13 minutos, uma bola alçada na área azulina acabou batendo na mão de Ytalo e o juiz assinalou pênalti para o Caxias (RS).

Na cobrança, o atacante Álvaro chutou no meio do gol e Léo Lang defendeu com os pés. Na sobra, Galván colocou a bola nas redes, mas o assistente assinalou uma invasão do jogador do Caxias (RS). Depois de aproximadamente 10 minutos para a decisão da arbitragem, o gol de empate foi anulado.

Logo depois da polêmica, o Remo procurou “voltar para o jogo”. Após arriscar finalizações com Marco Antônio e Raimar, o time de Rodrigo Santana perdeu as energias e apostou nas entradas de Ronald e Paulinho Curuá. Porém, os sulistas tiveram mais intensidade e criaram mais durante a segunda parte, parando na boa atuação do goleiro reserva azulino.

Entretanto, aos 32 minutos, Ronald avançou pela esquerda e cruzou rasteiro para a chegada de Jaderson que, “camuflado” pela neblina, fez 3 a 1 para o Remo.

Por conta do longo tempo que a partida ficou paralisada no lance após a cobrança do pênalti, o árbitro indicou mais 17 minutos de acréscimos, fazendo com que o Remo precisasse segurar o resultado durante bastante tempo!

Léo Lang ainda fez dois milagres, depois de chances de Gabriel Silva e Vitor Feijão, mas Álvaro aproveitou a sobra de um chute para descontar para o Caxias (RS) e deixar o placar apertado novamente.

Para acabar um jogo “maluco”, tinha que ter um gol emblemático. Após mais uma falha de Zé Carlos, que errou o domínio da bola, Ronald aproveitou e “fechou o caixão” do Caxias (RS), marcando o 4º gol azulino na noite.

A vitória deixou a equipe remista na 10ª posição, somente 2 pontos abaixo da zona de classificação para a próxima fase da Série C.

O Leão volta a campo nesta segunda-feira (15/07), a partir das 20h, para enfrentar a Ferroviária (SP), no estádio Campos Maia, em Mirassol (SP). O jogo é válido pela 13ª rodada da Série C e terá transmissão ao vivo pela DAZN. Clique aqui para fazer sua assinatura agora.

O Liberal.com, 08/07/2024

Não perca nenhuma notícia do Clube do Remo! Se inscreva nos canais do Remo 100% no WhatsApp e no Telegram.

13 COMENTÁRIOS

  1. NEM ME EMOCIONO COM ESSA VITORIA, QUERO VER JOGAR CONTRA A FERROVIÁRIA COM ESSA ZAGA MEDIOCRE, JOGADORES RIDICULOS E VEM DIZER QUE TIME SE SUPEROU !

    CADE AS CONTRATAÇÕES SEU PRESIDENTE IMBECIL.

    • Acredito que nao tera mais contratacoes… Talvez para uma possivel segunda fase, ou seja, somente se o Remo alcancar a classificacao.

      O Remo ja esta tendo dificuldades de honrar o salario do atual plantel, ou seja, infelizmente nao tera novas contratacoes.

  2. Pqp, se o time empata é reclamação, se perde o time é ruim, se ganha é mais q a obrigação, porra de torcedores chatos, acham q essa série c tem q jogar bonito e dá espetáculo, é melhor nem acompanhar os jogos do Remo e sim assistir novelas em outros canais.

    • Verdade! Tem “torcedor ” que torce contra o Remo e se acha Remo. Na verdade só é Remo se for eleito o presidente que ele quer, se for a comissão técnica que ele quer, se escalar os jogadores que ele acha que tem que entrar. Não atendido todos os desejos, ele torce contra para dizer que tem o conhecimento e a razão. Porra! Vai torcer por outro clube. Nesse espaço entramos e Lemos porque queremos, mas o pior é o cara que vai ver o jogo e fica falando o tempo todo nestes termos de crítica. É muito chato! Pô! Fiquem em casa não vão ver o jogo no Baenão. São verdadeiros secadores, nem torcedores do payssandu enchem o saco desse jeito. Égua!!!

  3. Nem quando o REMO vence esses bando de orelha seca comemora, sempre têm que ter o jacú que vem “ah! quero contratação”, vtnc, o time é esse e tá fechado e o remo vai subir e como campeão.

  4. Jogo SURREAL.. são mtos os avisos
    1- INCRIVEL a arbitragem q sempre prejudica o Remo , ontem não roubou e anulou o segundo gol do Caxias.
    2- Os DEUSES fizeram o Marcelo Patatipatata se machucar e entrou o Lang q defendeu o pênalti no momento crucial do jogo
    3- PASMEM o Pazidani Nunca critiquei jogou bem ontem, e fez um gol espirita do meio da rua
    4- SURREAL o “nosso” goleiro Zé Carlos entregou o quarto gol de bandeja para gente
    Isso em um campo q não se via um palmo a frente do. Nariz
    5- INIMAGINAVEL a sorte q nunca sorria para a gente ontem jogou ao nosso lado.
    A Única coisa q o ALEM não consegue mudar é fazer nossos atacantes jogarem e fazerem gol…o Yta..poste..lo não viu ( literalmente é figurado) a cor da bola e o Ruimbamar entrou apenas para dar um contra-ataque ao Caxias w quase faz gol
    NAO IMPORTA…depois desse jogo MALUCO de ontem eu acredito q vamos nos classificar para segunda fase…VUMBORA LEAO!!!!

  5. Pessoal sou crítico desse time formado ese ano ! Mas vamos dar um tempo e começar a comemorar duas vitórias e dar moral pro time .A mucura subiu aos Trancos e barrancos ano passado. Parabéns Ronald vc e mil vezes melhor q o Felipinho

  6. O duelo decisivo vai ser em Belém Remo X CSA, independentemente do resultado do próximo duelo entre ferroviário X Remo. Eu digo isto porque se o Leão vencer o CSA praticamente garante a permanência na C e ainda terá mais dois duelos em Belém, o Leão precisa vencer os seus duelos em Belém para mostrar que é um fortíssimo candidato a segunda fase, vencendo os duelos finais em Belém o Leão mostrará que tem foças para buscar mais quatro pontos fora e assim terminará a primeira fase com 29 pontos que com certeza será suficiente para passar para a segunda fase. Eu vejo o Mangueirão Lotado empurrando o Leão na vitória contra o CSA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor informe seu comentário!
Por favor informe seu nome aqui