Paysandu 0×0 Remo (Camilo e Jaderson) – Foto: Irene Almeida (Diário do Pará)
Paysandu 0×0 Remo (Camilo e Jaderson) – Foto: Irene Almeida (Diário do Pará)

A insatisfação da torcida azulina com o desempenho do time no Re-Pa do domingo (04/02) foi quase uníssona. As reclamações recaíram sobre o treinador e, principalmente, sobre aqueles de quem mais se espera.

Jogadores como o volante Giovanni Pavani, o meia Camilo e o centroavante Ytalo foram alvo de reclamações que, por mais que não tenham sido tão incisivas, foram feitas.

Ainda assim, o trio deve estar entre os titulares para o jogo contra a Tuna, nesta quinta-feira (08/02), às 20h, no Baenão, independentemente do que ocorreu no final de semana.

O técnico Ricardo Catalá defendeu seus atletas. Na entrevista após o clássico, ele não chegou a comentar atuações em particular, mas quando perguntado sobre Camilo, principal jogador do time e que esteve apagado no Re-Pa, afirmou que o meia, asism como nenhum outro, vai conseguir se destacar em todos os jogos, o que considerou normal. Catalá prosseguiu defendendo que o importante é o elenco suprir as carências.

“Não dá para esperar que nem ele (Camilo), nem qualquer outro jogador, esteja sempre bem. A gente tem, obviamente, altas expectativas não só em relação a ele, mas em relação a todos. Acho que uma coisa muito positiva da nossa equipe é que temos gols repartidos entre vários jogadores, o que demonstra que não vamos ser dependentes de ninguém”, disse.

“Quanto menos dependente de uma figura nós formos, será melhor. Com certeza, Camilo fará mais boas partidas do que partidas não tão boas ao longo da temporada, porque a gente o conhece, sabe da competência e do nível de compromisso dele”, finalizou Catalá.

Diário do Pará, 08/02/2024

4 COMENTÁRIOS

  1. Ele parece que estava machucado em campo,e não podia mais ter substituição..É claro que estivemos mal,mas foi quase que toda a equipe,e não acho que Camilo tenha sido o único culpado!

  2. Jogador grande se revela em grandes jogos !
    O resto é balela !!!
    Não estou gostando da postura do nosso treinador , nem um pouco !
    Me parece que pouco faz caso da instituição clube do remo , pouco faz caso da torcida e o que ela representa ,
    Hélio dos anjos já chegou e já está abrindo o bico , colocando o mão na mesa e tudo mais ! E os jogadores deles estão comprando essa “briga “
    Dificilmente o Remo encontrará o sucesso e muito menos títulos se a postura do Catalá continuar a mesma !
    Psicologia não ganha jogo e nem títulos !!!! Onde inventaram isso ?? O que ganha é trabalho duro e árduo , incessante o que não parece que está acontecendo ! Jogadores mal preparados fisicamente , cansados , esgotados em um início de temporada , andando em campo

  3. Não foi só o Camilo…o meio de campo como um todo não jogou bem, não funcionou no Clássico. Falando especificadamebte do Camilo, ele é um bom jogador, diferenciado com a bola, mas tem q se ter em mente q, pela idade ( 38 anos ), e no esquema q o Catalã usa de intensidade e marcação alta desde o começo do jogo, ele não vai suportar em alto nível mais q 45 min…é jogador de um tempo só…uma troca certa no intervalo ou entrada nos 45 min finais. Se botar isso na cabeça, o Remo pode se aproveitar e mto desse jogador

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor informe seu comentário!
Por favor informe seu nome aqui