Remo 0×0 Vila Nova-GO, nos pênaltis 4×2 (Vinícius e Marlon)
Remo 0×0 Vila Nova-GO, nos pênaltis 4×2 (Vinícius e Marlon)

O Clube do Remo segue realizando sua pré-temporada em Parauapebas e o lateral-esquerdo Marlon avaliou a importância desse período de treinamento no município da região Sudeste paraense.

“Pré-temporada é boa porque sabemos que tem jogadores novos e assim vamos nos conhecendo para desenvolver da melhor maneira possível nosso futebol”, comentou.

Esse será o 3º ano seguido do jogador no Remo. Na coletiva, Marlon revelou que topou seguir no Leão após conversar com o presidente Fabio Bentes, o preparador de goleiros Juninho Macaé e o goleiro Vinícius, que o fizeram acreditar no projeto para a temporada 2022.

“O clube me apresentou um projeto. Ano passado acabamos caindo para a Série C e o Fábio veio conversar comigo, tanto ele, como Juninho e Vinícius, pedindo para que permanecesse por mais um ano. Aceitei o desafio e agora estamos procurando trabalhar para formar uma equipe forte e brigar pelos objetivos do clube”, afirmou o lateral, que nos últimos 2 anos fez 69 partidas e marcou 3 gols pelo Remo.

O primeiro jogo do Remo na temporada 2022 será no dia 27/01 (quinta-feira), às 20h, no Baenão, contra o Amazônia Independente, valendo pela 1ª rodada do Campeonato Paraense.

O Liberal.com, 11/01/2022

5 COMENTÁRIOS

  1. Começou a pressão, daqui a pouco a aparece o Gedoz e a panela está formada, bom, só espero que o Bonamigo não se dobre. É Bom amigo, pensa bem, ainda é tempo de deixar essa barca. Sai e entra temporada a mentalidade continua a mesma, sempre vai ter um grupo que vai querer se apossar time. E o Marlom, ficou, porque não encontrou coisa melhor, agora ficou por amor, conta outra.

    • Tenho reconhecimento pela qualidade do futebol do Marlon. Por outro lado, percebo que jogos de médio e baixo nível de intensidade, correria, ele ainda vai bem em seu desempenho porque sua qualidade técnica supre sua, já notória, limitação física. Em jogo de alta intensidade, percebo que sua qualidade técnica não é mais capaz de suprir sua limitação física. Daí ter se enquadrado perfeitamente como zagueiro, já que a necessidade de apoio, chegada ao ataque, praticamente não existe comparada a de lateral. Nesse contexto, fica a pergunta, quando ele fala nos fatores que condicionaram sua decisão de não deixar o Remo: para onde ele ia? Outro clube de C, D, ou encerrarrar a carreira? Digo porque é de excelente nível técnico, reitero, além da experiência que conta também, mas pela condição física, na minha opinião, já não tem carreira no futebol de melhor nível. Apesar disso, acho a permanência dele muito importante para o Remo, pois pode contribuir bastante. Aliás deveria ser, quando em jogo, o principal batedor de faltas do Remo.

      • Complementando! Acho que pela história que tem no Clube do Remo seria interessante, caso possível, que ele esclarecesse a razão de não querer ficar no Remo, já que não ficou pelo Remo em si, pelo que se admite interpretar, e sim pelo convencimento por parte do Vinicius. Afinal acredito que muitos torcedores entendem que ele tem uma identificação com o Clube.

Comentários