Operário-PR 2×1 Remo (Matheus Oliveira e Anderson Uchôa)
Operário-PR 2×1 Remo (Matheus Oliveira e Anderson Uchôa)

O Clube do Remo perdeu por 2 a 1 para o Operário (PR), na noite desta terça-feira (09/11), no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR), pela 35ª rodada da Série B do Brasileirão. O resultado mantém os azulinos na 15ª colocação, com 41 pontos, apenas 3 acima da zona de rebaixamento.

Sem atitude, a equipe de Felipe Conceição pouco fez para sair ao menos com um empate do interior do Paraná. Dominado desde o primeiro tempo, o Leão apenas se defendeu como pôde e viu o adversário abrir 2 a 0 no placar na segunda etapa. Nas vezes que tentou algo, levou perigo e até conseguiu descontar com Renan Gorne, de pênalti, mas já era tarde.

O jogo começou com os donos da casa tentando pressionar, procurando explorar as extremidades do campo, enquanto os azulinos procuravam se fechar ao máximo.

O Remo adiantou suas linhas de marcação e dificultava a saída do adversário. Não demorou muito para os paranaenses passarem a fazer a mesma coisa.

A partida era brigada no meio-campo, mas com as duas equipes bem compactadas, ninguém conseguia trocar passes com tranquilidade. As marcações eram fortes e a briga por espaço constante.

Aos 15 minutos, o Operário (PR) chegou bem após inversão de bola na ponta esquerda. Felipe Garcia dominou e tocou para o meio da área, Lucas Mendes chegou batendo, mas mandou muito alto, sem perigo.

A partir dos 20 minutos, começou um verdadeiro “show de horrores”, com passes errados, bate-rebate e disputas pelo alto. Ninguém colocava a bola no chão para construir e levar perigo ao gol adversário.

Os donos da casa voltaram a se impor e trocavam passes buscando entrar na defesa do Remo, que formava uma barreira, em uma espécie de 5-3-2, não dando brechas.

Próximo do final do primeiro tempo, o Operário (PR) começou a buscar uma pressão maior, principalmente através de escanteios. Aos 45 minutos, Thiago Rodrigues fez grande defesa em cobrança de falta rasteira de Marcelo, que quicou duas vezes no chão antes de o goleiro azulino espalmar para escanteio.

A partida recomeçou como terminou o primeiro tempo, com os paranaenses buscando espaços na defesa azulina, enquanto o Remo, sem atitude para jogar, aceitava o adversário rondar a área.

O time da casa voltou a apostar em bolas na área, mas desta vez deu certo. Aos 17 minutos, Marcelo cobrou escanteio, Felipe Garcia ganhou da defesa pelo alto e cabeceou. A bola ainda bateu na trave antes de entrar, sem chances para Thiago.

Após o gol sofrido, o Leão resolveu acordar na partida, tomou atitude e foi para cima. Matheus Oliveira puxou contra-ataque, deixou Victor Andrade sozinho para marcar. O atacante azulino chutou, Thiago Braga defendeu, a bola bateu na trave e voltou para Lucas Siqueira, que isolou.

O Remo foi para cima em busca do empate, mas pecava na criação das jogadas. A partida ficou mais aberta e o Operário (PR) voltou a assustar com Thiago Coelho. O Remo buscava contra-atacar, principalmente após ganhar fôlego novo com as substituições.

Porém, em um contra-ataque fulminante, aos 44 minutos, os paranaenses pegaram a zaga azulina desarrumada, trocaram passes dentro da área e Schumacher marcou o segundo.

Nos acréscimos, o Leão ainda descontou em cobrança de pênalti, que Renan Gorne cobrou com categoria, diminuindo o placar aos 49 minutos, mas foi tarde demais.

Na próxima rodada da Série B, o Remo retorna para Belém para encarar o Goiás (GO). A partida está marcada para a próxima segunda-feira (15/11), no Baenão, às 18h. Para esta partida, o Leão já deve contar com os reforços do meia-atacante Erick Flores e do goleiro Vinícius, que passaram um bom tempo lesionados. Outro que pode retornar é o meia Felipe Gedoz, mas ainda é dúvida.

Diário Online, 09/11/2021

7 COMENTÁRIOS

  1. PRESIDENTE SEM CORAGEM DE DEMITIR ESSE TREINADOR DE INVENÇÕES, A BARCA TA AFUNDANDO E O DESESPERO APARECEU. PARABENS FABIO BENTES DEVES ESTAR FELIZ COM O INSUCESSO DESSE BOSTA.

    # NÃO AO JOGO CONTRA O GOIAIS.

  2. O momento não é de criticar, mas de continuar apoiando. Eu acredito que não iremos cair pra série C.
    Não é mais momento pra troca de treinador. Mas sim de total apoio a todos. O que o time vai precisar nestes 3 últimos jogos é de tranquilidade. Eu acredito que no jogo contra o Goiás nós já vamos praticamente garantir a nossa permanência na série B.
    Força meu LEÃO, eu acredito em vc.

  3. Pelo amor de Deus e amor ao Clube do Remo, manda esse técnico embora, só assim consegue permanecer na série B.

  4. REMO está no perigo de voltar para serie C, mas fica preocupado com uma COPA VERDE , que nao vale nada . Quanto ele vai perder se cair para serie C ?………..
    Felipe CONCEIÇAO TEM QUE CAIR ………..
    Ele vai ganhar 1 milhao do Cruzeiro, voce acha que ele vai estar preocupado com o REMO ……..

  5. O Brusque ja perdeu hoje (2×0).

    Então, o Remo já permanece com 3 pontos a mais que o Z-4 nessa rodada.

    Melhor ainda, se, amanhã o CRB ganhar do Londrina.

  6. SÓ A DIRETORIA DO REMO NÃO PERCEBE, NÃO QUER ENCHERGAR, OU FICA O NETÃO, E O REMO PERMANECE,NA SÉRIE B, OU FICA O TONHO DA LUA , E O REMO VAI CHORAR A QUEDA NO COLO DA MUCURENTA. DIRETORIA VAI SER RESPONSÁVEL POR ISSO. TÁ DEMONSTRANDO, FALTA DE PULSO COM TÉCNICO E JOGADORES, TÁ NA HORA DE AGIR. NINGUÉM AGUENTA MAIS VER ESSE TIMECO DE PELADA, APANHAR E SER MOTIVO DE VERGONHA, É INADMISSÍVEL ESTÁ QUEDA DE PRODUÇÃO DURANTE A COMPETIÇÃO.

Comments are closed.