Brasiliense-DF 2×1 Remo
Brasiliense-DF 2×1 Remo

No segundo tempo do confronto entre Brasiliense (DF) e Clube do Remo, pelo primeiro jogo da final da Copa Verde, a arbitragem anulou um gol do lateral-direito azulino Wellington Silva. Nas imagens da TV Brasil, não há clareza se o atleta do Leão estava impedido ou não.

Nesta segunda-feira (22/02), a diretoria do Remo protocolou um ofício na CBF pedindo os arquivos de áudio e vídeo utilizados pela equipe do VAR no momento da decisão.

“O Clube do Remo vem a público informar que protocolou junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), um ofício solicitando acesso aos arquivos de áudio e vídeo oficiais utilizados pela equipe do VAR na partida de ida da final da Copa Verde, ocorrida no último domingo (21/02), no estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF). A medida visa a averiguar possível erro na marcação de impedimento no gol marcado pelo lateral-direito Wellington Silva nos minutos finais da partida”, diz a nota oficial.

O técnico Paulo Bonamigo considerou o lance legal e questionou o fato do VAR não ter confirmado o gol.

“Também vi gol legal. Agora não sei para que tem o VAR, se eles são justamente para criar a justiça do jogo e marcaram um lance totalmente incorreto, no meu ponto de vista, mas enfim, vamos pensar na segunda parte da decisão em Belém”, disse o treinador, na entrevista coletiva após a partida.

Nas redes sociais, o lateral-direito Wellington Silva e o meia Felipe Gedoz se manifestaram sobre o lance. Mais incisivo na crítica, Gedoz lembrou que houve uma palestra com a CBF antes do jogo para explicar o uso da ferramenta e disse não entender porque existe o VAR.

“Tivemos uma palestra com o pessoal da CBF ontem (sábado) a respeito do VAR que teria na decisão de hoje (domingo). Aí eu pergunto pra que c* existe esse maldito VAR?”, escreveu Gedoz.

Roma News, 22/02/2021

8 COMENTÁRIOS

  1. Isso nao vai dar em nada. Se no da mucura que foi escancarado nao fizeram nada, imagina nesse.

    Bora jogar
    3 x1 leao

  2. Correta a diretoria, tem que ir a fundo porque possivelmente o juiz viu gol legal, mas o bandeirinha deu impedimento pilantra e possivelmente o árbitro pilantra do VAR interviu em favor do bandeirinha, assim o juiz teve que voltar atrás da marcação do gol.

    A imagem é no mínimo inconclusiva, mas se no áudio houver indício de manipulação ficará claro que a má fé da arbitragem.

    Lembro que no primeiro jogo do quadrangular da série C contra o Londrina houve o gol mal anulado do Wallace, a diretoria entrou com repressão e no jogo seguinte no REpa o juiz apitou direitinho e não houve mais roubalheira contra o Remo na série C. Caso a diretoria tivesse ficado omissa, eu fico cético se o Remo subiria para a B.

    Lembrando que o Brasiliense é bancado por político de Brasília.

    Portanto, a cobrança da diretoria do Remo junto a CBF sobre o VAR vale pelo menos para fazer pressão e o juiz de amanhã apitar direito.

    Que amanhã o time do Remo jogue com garra e determinação, faça um grande partida, vença bem o Brasiliense e conquiste essa Copa Verde.

    Clube do Remo paixão de minha família!

  3. Remo 100%, por favor alguém avisa o Fredson e o Jansem que vai ter VAR. Avisa eles pelo amor de Deus, para não puxar a camisa dos jogadores do brasiliense dentro da área, pois tem VAR.

  4. O certo é: VAMOS DAR A VOLTA POR CIMA E VENCER O JOGO E CONQUISTAR O 1° DE MUITOS TÍTULO DA COPA VERDE QUE VEM POR AÍ

Comments are closed.