Botafogo-RJ 3×0 Remo (Dioguinho)
Botafogo-RJ 3×0 Remo (Dioguinho)

A 3ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro foi finalizada neste domingo (13/06), com 4 jogos sendo disputados e algumas mudanças na tabela de classificação.

A derrota por 3 a 0 para o Botafogo (RJ), fora de casa, fez o Remo deixar a primeira metade da tabela e terminar a rodada na 12ª colocação, com os mesmos 4 pontos que iniciou a rodada.

Nos extremos da tabela, os destaques são Náutico (PE), Brusque (SC) e Cruzeiro (MG). Pernambucanos e catarinenses dividem a liderança da Série B com 9 pontos e 100% de aproveitamento. Botafogo (RJ) e CRB (AL), ambos com 7 pontos, fecham o G4.

Os mineiros seguem sem vencer na competição. No sábado (12/06), o empate em 1 a 1 com o Goiás (GO), no Mineirão, fez a equipe somar seu primeiro ponto e sair da lanterna para a vice-lanterna. O Avaí (SC), também com 1 ponto, amarga a última colocação, com Brasil de Pelotas (RS) e CSA (AL), ambos também com 1 ponto, completando o Z4.

Na quarta-feira (16/06), às 16h, o Leão recebe o Vitória (BA) no Baenão. O time baiano está na 14ª colocação, com 2 pontos. O duelo entre Leões será válido pela 4ª rodada da competição e terá como atrativo a chance de uma das equipes retornar ao grupo dos primeiros colocados.

Roma News, 14/06/2021

13 COMENTÁRIOS

  1. Muda o esquema tático do 443 para o 352, Bonamigo teimoso, que tu ganhas na marcação e velocidade no ataque! Não dá mais para ter essas jogando juntos essas coisas ruins do Jeferson e Gorne! Tira um desses caras e inseri mais um volante de saída de bola.
    Essa simples mudança vai dar mais consistência no ataque. Nesse esquema suicida de 433, com Uchôa só assistindo a bola passar e não marca nada, os adversários vão fazer a festa.

  2. Escalaçao alternatova cpntra o Vitoria: vinicius, thiago, romercio, keven e igor; uchoa, lucas, gedoz, dioguinho, üalace e gorne. Ta pobre heim.

    • Minha escalação Vinicius, Thiago Ennes, Romercio Jansen e Igor. Vinicius Kiss, Lucas Siqueira, Gedoz e Dioguinho, Rafinha e Jefferson. Tem que colocar esse novos para pegar ritmo e entrosamento. Colocar o Jefferson de centro-avante, Gorne e Carius já tiveram suas chances, precisam trabalhar mais para merecerem novas chances.

    • Pois é! Do 5o ao 7o a pontuação é 5. Do 8o ao 12o a pontuação é 4 pontos. Pô! Ainda na dá para projetar nada quanto ao que vai acontecer e se definir no final. Quem no ano passado imaginou o Cruzeiro de fora e o Cuiabá classificado para a A. O campeonato diferente da C que é curto. Tem que deixar o trabalho fluir. Se o jornalista quisesse poderia dizer na manchete ” Remo está a 3 pontos do G4″, mas não disse. Certamente tem outra proposta, outra intenção.

  3. Time p quarta feira VINICIOS,TIAGO ENNES,ROMERCIO,JANSEN,IGOR,CURUA,L.SIQUEIRA,UCHOA,GEDOZ,DIOGUINHO,WALLACE.O Curua joga de volante e zagueiro ta na hora de fortalecer a zaga

  4. Também sou a favor da estreia do Curuá, quem sabe ele irá surpreender o técnico com boa apresentação.

  5. vinicius,tiago,Romércio,Jansen(Keven se estiver bem fisicamente), Igor,uchoa,Siqueira,kiss(arthur),Gedoz,Dioguinho e Gorne. desta forma teríamos um meio mais marcador,o siqueira chegando de trás como elemento surpresa,dariámos mais liberdade ao Gedoz e Dioguinho, ambos c menos obrigações defensivas ,o que proporcionaria menos desgaste físico, além de maior cobertura à subida dos laterais.

    • Apostaria no esquema tático 3-5-2: Vinícius, Romércio, Jansen; laterais Ennes, Igor Fernandes e no meio Curuá, Kiss, Siqueira e Gedoz; ataque Dioguinho e Gorne.
      Esta formação dá mais liberdade para chegar na área com o Gedoz, para os atacantes com a vinda em bloco dos volantes e ganha na marcação.

  6. vinicius,welinton silva,jasen,romercio.marlon.curua.lucas siqueira.gedoz.dioguinho.ulace.l.tocantins

  7. Me incomodo sinceramente com discurso da direção e comissão técnica em dizer que o objetivo é o meio da tabela. Sinceramente me incomodo muito , pois isso cria na cabeça do jogador uma postura de comodismo, tranquilidade. Pelo contrário, tem que trocar objetivo se ficar entre os 4, agora se não der , se não conseguir , tranquilo. Mas não teremos sempre o risco de nos aproximar de uma zona de descenso.

    • Isso mesmo Ricardo, saudações AZULINAS!

      Essa postura de propor o G4 como objetivo, tem que fazer parte do trabalho psicológico com o grupo. Sem dúvidas que faz sim uma diferença enorme no comportamento dos atletas.

      O processo será demorado, então, todo artifício favorável, deverá ser utilizado:

      Dar as condições materiais necessárias ao trabalho.
      Manter o pagamento salarial em dia.
      Determinar metas plausíveis, G4 por exemplo.
      Motivar o elenco.

      Tudo isso ajuda nessa longa caminhada.

Comments are closed.