Remo 2×2 Independente (Wellington Silva e Dioguinho)
Remo 2×2 Independente (Wellington Silva e Dioguinho)

Abrindo a 5ª rodada do Campeonato Paraense de 2021, Clube do Remo e Independente empataram em 2 a 2. Em jogo disputado no Baenão, os azulinos marcaram com Dioguinho e Felipe Gedoz, enquanto o Galo Elétrico empatou com gols de Danrlei e Yuri.

A chuva que castigou a capital paraense horas antes do jogo não afetou o gramado do Baenão. Os técnicos Paulo Bonamigo e Sinomar Naves mandaram o que tinham de melhor para a partida e quem começou com tudo foram os visitantes.

Com menos de um minuto, Rafael Vioto encontrou Fagner livre, dentro da área. O jogador dominou, mas a arbitragem já marcava impedimento.

A primeira boa chegada do Remo foi aos 15 minutos. Wallace tentou um passe, a zaga do Galo afastou mal e sobrou para Dioguinho, que dominou, chutou forte, mas a defesa do Independente afastou.

Aos 23 minutos, Cassiano recebeu a bola na esquerda em um contra-ataque que pegou a defesa do Remo aberta. O atacante cruzou para o centroavante Danrlei, livre no meio dos zagueiros, que subiu sozinho e cabeceou para o fundo do gol.

A resposta do Leão veio aos 32 minutos. Lucas Siqueira avançou na esquerda, tabelou com Wallace, foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro para o meio. Dioguinho apareceu entre os zagueiros e finalizou para o gol, deixando tudo igual no Baenão.

No segundo tempo, o ritmo caiu. O Independente parecia se guardar para garantir o resultado e o Remo tinha dificuldades para furar o bloqueio dos visitantes.

Até que aos 22 minutos, Dioguinho recebeu de Felipe Gedoz na entrada da área e arriscou o chute, mas o zagueiro do Independente meteu o braço na bola dentro da área. Penalidade máxima! O camisa 10 do Leão partiu para bola, bateu com força, no canto esquerdo do goleiro Dida, que chegou a ir na bola, mas não alcançou.

Porém, logo após a virada do Leão, o Galo Elétrico se aproveitou de mais um vacilo da defesa azulina e chegou ao empate. Rafael Vioto cobrou falta na área e o zagueiro Yuri subiu mais que todo mundo e cabeceou para o fundo do gol, explorando a maior vulnerabilidade do Remo neste começo de temporada – as bolas alçadas na área.

O resultado deu fim aos 100% de aproveitamento do Remo no campeonato, mas manteve as duas equipes invictas na competição. O Leão lidera o Grupo B, com 13 pontos, enquanto o Independente segue na ponta do Grupo C, com 9 pontos.

Roma News, 08/04/2021

5 COMENTÁRIOS

  1. Essa defesa do Remo e muito fraca em bolas aereas…tem q cintratar e urgente;cuidado com o CSA, la rem um cara que pula que nem o nicolas,chamado Delatorre!

  2. Fredson ficou vendido nos dois gols, marcando somente a bola. cara tamanho velho e nao aprende!!

    • No primeiro gol a falha grotesca foi do Uchôa que perdeu a bola e deixou os 2 zagueiros do Remo mano a mano contra 3 atacantes do Independente.

  3. Remo 2 x 2 Independente, time remista muito displicente, o placar acabou premiando o time determinado do Independente, que, com humilde e bem determinado, não se prendeu a jogar atrás, mordeu todo o tempo.

    Wallace apesar de ter participado do primeiro gol, esteve apático, perdendo lances e gols, esteve desligado da partida.

    Gorne parou de fazer gol. Édson Cariús novamente bem fora de jogo, longe do que se espera de ser o centroavante goleador. Novamente deu saudade do Salatiel.

    Renan Oliveira pareceu que não queria sujar o calção, nem suar, mais sim sair limpinho do jogo.

    Uchôa até o momento não mostrou o que se espera dele como primeiro volante, principalmente no combate junto com a zaga.

    O goleiro Dida deu uma aula como se sai no gol em bolas aéreas, ele ganhou todas.

    Todos do setor defensivo estão falhando. É quase certeza que o Remo vai levar gol de bolas aéreas, os caras se posicionam errado, marcam a bola vindo no ar em vez dos adversários, além do mais quando o goleiro não sai debaixo da trave, aí fica fácil para o adversário, basta lançar a bola na zona da marca do pênalti e ter alguém lá para cabecear, exatamente assim que saíram os gols do Independente.

    Olha que o Bonamigo ficou gritando atenção à marcação no lance do segundo gol.

    O Gedoz perdeu a paciência, tem toda razão de criticar o time de levar repetitivamente gols de bobeira.

    Lucas Siqueira foi um dos poucos que jogaram bem. O Dioguinho foi o melhor em campo, fez o primeiro gol e o pênalti no segundo gol foi jogada dele.

  4. Não pude ver o jogo, mas a maioria está falando o que já havia observado e não deixado me enganar pelo placar do Rexpa. Eu disse que dia, que achava que a galera pedia esse Uchoa só porque ele contra o Remo fez dois gols (dos 3 que ele fez pela mucura), porque muita gente tem mania: jogou bem contra o Remo, tem que contratar…até agora não disse ao que veio, se ele jogava bem na mucura eu não sei, porque não vejo jogo deles, mas do pouco que vi, não achei nada demais. O Cairus entrou mal no Rexpa, mesmo assim teve duas chances de fazer gol porque a bola caiu pra ele, mas não fez, mais um pouco ele vai ser muito questionado. Renan Oliveira tem alguma técnica sim, mas acho que não nasceu pra jogar em campo molhado ou esburacado como o de Bragança. Zagueiros marcando a bola, Vinicius não sai do gol, ele tem apresentado falhas nessa temporada de 2021, curiosamente depois que se tornou vereador, não culpo diretamente ele, mas ele já teve performances muito melhores. Acho que o Remo só não levou gol nos últimos jogos, com o Tiago no gol. Levou 4 gols em 2 partidas, fez 6. Mas contra o CSA é outra história, time de série B e bem na copa Nordeste, esse sim será um grande teste de avaliação de plantel, sobretudo do sistema defensivo.

Comments are closed.