Yan Oliveira
Yan Oliveira

A diretoria do Remo vai tocando a reformulação do elenco para a Série B em meio a um momento delicado de término da temporada 2020.

Com um duelo decisivo nesta quarta-feira (27/01), pela Copa Verde; e o jogo de volta da final da Série C, no sábado (30/01), o intuito é pôr em prática a transição para as competições de 2021 de maneira discreta e gradual, para manter o time focado dentro de campo.

O diretor de futebol Yan Oliveira falou sobre esse processo de chegadas e partidas e explicou que parte do elenco que garantiu o acesso irá permanecer. Segundo ele, as negociações de renovação de contrato estão em andamento. Um dos casos é do lateral-esquerdo Marlon, cuja saída chegou a ser especulada rumo a Santa Catarina.

“Particularmente, não sei dessa proposta do Criciúma (SC). Marlon tem identificação com o clube lá, mas nosso plano é ficar com ele, renovar o contrato. Estamos inclusive em tratativas para isso”, afirmou.

O processo de reformulação do elenco será ao longo de fases da temporada, mesmo porque 2021 reserva um desafio a mais: não haverá intervalo entre o término do calendário 2020 com as competições do ano que se inicia.

“Ainda está tudo muito obscuro, mas a gente tenta trabalhar com a expectativa para esse início de ano de um orçamento muito parecido com o que a gente vai encerrar a temporada 2020, que é algo em torno de R$ 500 mil (mensais). Nem pode ser diferente, porque o impacto não é imediato. Não é simplesmente ‘vira o ano’ e já entra o dinheiro da CBF. Para esse início de ano, ainda tem os bloqueios de patrocínio e tudo mais”, explicou o dirigente.

A intenção, então, é segurar uma folha “pé no chão” para o primeiro semestre, aproveitando e dando rodagem a jovens da base; e ir atrás de reforços pontuais e mais caros ao término dos Estaduais, quando já terá entrado em caixa as verbas de transmissão da Série B e de novos patrocinadores.

“A gente vai fazer o máximo possível para ficar com a espinha dorsal desse time que terminou a Série C. Para esse primeiro momento, a gente vai fazer algumas contratações pontuais, mas a gente também quer botar os jovens para jogar. Warley, Pingo, enfim, esses meninos que estão esperando oportunidades”, contou.

“Aí vamos, com calma e aproveitando as oportunidades do mercado, enxertando e qualificando o grupo com o andamento das competições, exatamente o que a gente fez na parada da pandemia, trazendo Lucas Siqueira, Tcharlles. Depois, para aproveitar o início do campeonato, a gente traz mais jogadores de um nível superior. Terminando o primeiro terço da Série B, a gente vê o que tem no mercado”, detalhou.

“A gente tem que agir dessa forma, porque não podemos gastar todo o dinheiro de uma vez só. O que a gente passa para a torcida é que não necessariamente o time que começa o ano é o time da Série B. Isso tem que ficar claro”, apontou Yan Oliveira.

O Remo inicia trajetória na Copa Verde nesta quarta-feira (27/01), contra o Gama (DF), às 16h, no Mangueirão. A partida é válida pelas oitavas de final do torneio. A estreia no Parazão está marcada para 28/02. O calendário atual da CBF prevê que a Série B seja iniciada em 29/05.

Globo Esporte.com, 26/01/2021

10 COMENTÁRIOS

  1. Todos os times do Brasil,estão usando a base e mesclando com jogadores experiente, está dando resultado,prova disso são os nossos jogadores da base, como Wallace e Hélio Borges, o Remo tem que ficar de olho na base, nós temos inúmeros talentos esperando ser revelado, mas o que conta mesmo é dar oportunidade e ser aproveitado, se não vem uns empresários assediadores. Pra cima Leão, vc merece se estruturou, sofreu muito, mas está aí a prova, que uma administração séria e competente dar resultado, principalmente com os pés no chão, e sem ganância.

    • Pelo que soubemos, pode ser Vinícius; Ricardo Luz, Fredson, Alemão, Kevem; Gelson, Lucas, Gedoz e ER; Wallace e Salatiel.
      Vamos ver se isso se confirma.

  2. Muitos secadores amgs meu estao dizendo que o REMO vai bater e voltar,vamos mostrar p todo mundo que vamos formar um time forte para permanecer n serie B e fazer uma boa campanha,com alguns jogadores do atual time,mesclar com a base e trazer reforços pontuais,mas tem que ser jogadores de qualidade mesmo nao como RUSCH,ALEMAO,GELSON,LAILSON, e outros que nao tem condiçoes.Lembre-se diretoria estamos na 2 divisao.Vamos voltar a ser GRANDE.

  3. Tem que acabar com esse negócio de um time pro paraense outro pra série b caso disso que ñ vamos longe na copa do Brasil vamos forma um time nível série B manda embora dudu.alemão.lailson.gelson.gedoz.eduardo.eron.juliu .manda esses 8 trás 8 pra ser titular.tenho certeza que todos concordão com minha opinião.nenhun desses vão fazer falta!

    • Não da mano, os jogadores de nivel Serie B nunca vão querer vir pra ca no 1° semestre. La no Paulistão o menor dos times recebe 8 milhões de cota, fora visibilidade. Aqui o Remo não recebe nada

  4. Vamos manter uma base e buscar no mercado jogadores que se mostrem qualificados para vestir nosso manto.

  5. O dinheiro da Funtelpa é tidonora JT. Não sobra nada pro REMO. E os melhores jogadores só a partir de maio. Até lá, o Time será mesclado.

Comments are closed.