Paulo Bonamigo
Paulo Bonamigo

Desde que o Remo conquistou o acesso, no domingo (10/01), com a vitória no clássico Re-Pa e o empate entre Londrina (PR) e Ypiranga (RS), a diretoria azulina começou a trabalhar e projetar a estruturação da campanha na Série B 2021.

Manter o técnico Paulo Bonamigo é item prioritário dessa estratégia, por razões mais do que óbvias. Com ele, o time ganhou consistência e estabilidade na trajetória vitoriosa rumo ao acesso. Tranquilo e sério, pouco dado a declarações extravagantes, Bonamigo tem o perfil considerado ideal para chefiar o retorno azulino à Série B.

A comissão técnica que trouxe está amplamente ambientada ao clube e à cidade, além de ter atualmente um mapeamento das condições gerais e específicas dos mais de 30 atletas do atual elenco. Além disso, mantém um banco de dados com informações minuciosas sobre atletas brasileiros que podem vir a interessar ao clube na temporada.

O que cativa a diretoria, com endosso unânime da torcida, é o estilo de Bonamigo. Algo assim entre a identificação plena com as características históricas do Remo e suas ambições maiores. Comedido, o técnico jamais se manifesta aos gritos e é econômico em revelações sobre o planejamento interno, blindando o trabalho no futebol do clube.

Essas virtudes são vistas como raras no panorama atual do futebol nacional. A maioria dos técnicos de nível de Série B é conhecida pelo jeito histriônico e pouco discreto, tanto no dia-a-dia quanto nas aparições à beira do gramado durante os jogos.

Márcio Fernandes, que comandou o Remo na Série C em 2019, tem muitos pontos em comum com Bonamigo. É reflexivo e silencioso, evita polêmicas. A diferença é que o gaúcho demonstra uma visão mais abrangente e certeira do futebol atual, bem ao gosto da diretoria remista.

As conversas para sua permanência estão adiantadas, embora se saiba que o projeto pessoal de Bonamigo é voltar ao Sudeste ou ao Sul. A possibilidade de ser o comandante da volta do Leão à elite – considerando o Remo entre os 40 maiores clubes brasileiros – é um fator que pode pesar na decisão de permanecer no Baenão.

O bom ambiente, o carinho da torcida e a responsabilidade da diretoria, principalmente quanto a cumprimento de compromissos contratuais, também são itens que devem contribuir favoravelmente aos planos de garantir a permanência do principal reforço do Remo na temporada.

O Leão volta a campo neste sábado (16/01), a partir das 17h, para enfrentar o Londrina (PR), no Mangueirão. O jogo é válido pela 6ª rodada do quadrangular do acesso na Série C e terá transmissão ao vivo e exclusiva pela DAZN. Clique aqui para fazer sua assinatura agora e ganhe 30 dias grátis.

Blog do Gerson Nogueira, 14/01/2021

10 COMENTÁRIOS

  1. Bonamigo é fundamental pra uma boa campanha na série B, juntamente com Vinícius, Marlon, Lucas Siqueira, Luz, Salatiel , Charles, Walace , Jansen , Charles , Hélio e Jedoz.

  2. Perfeita análise do Gerson Nogueira, bem construtiva para o querido Clube do Remo.

    Realmente o Bonamigo pegou praticamente o mesmo plantel apático do treinador anterior e montou um time competitivo com consistência e estabilidade de vencedor, da água para o vinho. Além da sua competência, Bonamigo tem muita afinidade e carinho com o Clube do Remo, inclusive com ele no comando podemos sonhar com o gigante Leão Azul de volta a série A.

    Tomara que dê tudo certo e o coach Paulo Bonamigo continue como treinador para a série B.

  3. Sou fa de carteirinha do Paulo Bonamigo. Acompanhei das arquibancadas aquela campanha sensacional na copa Joao Havelange e vibrei quando da sua contratacao. Acontece que nao vejo o Bonamigo no Remo em longo prazo, infelizmente.
    Senti isso na sua entrevista para um canal de youtube, onde ele comentou que, apesar de ser a segunda vez em Belem dirigindo o Remo, ele nao conhecia a cidade, pois acabou nao tendo tempo para conhecer.
    Vejo que na sua primeira passagem ele nao era um tecnico desconhecido e veio pela oportunidade de dirigir um grande clube do cenario nacional. Ja nessa segunda passagem, ele claramente veio pelo carinho e compromisso com o clube, ate porque foi o Remo que projetou o Bonamigo para o cenario nacional.
    Espero muito estar errado e poder ver o Bonamigo montando o time desde o estadual, pois com ele tenho a expectativa de finalmente formarmos uma base regional, aproveitando os bons valores da regiao e fazendo uma boa serie B, mas nao consigo ver nele essa vontade de continuar no clube, nao pelo Remo em si, mas por outros fatores mesmo, principalmente familiares.

  4. Remo 100% na minha opinião o remo deverie foca esse ano somente na SÉRIE B E COPA DO BRASIL,pois paraense e copa verde dava pra dá uma oportunidade para a galera da base juntando se com alguns esperientes e foca na série b com copa do brasil.

  5. Mantida a espinha dorsal do elenco, o comando altamente profissional do Bonamigo e a gestão seria do Fábio Bentes, o Remo tem chances de, em uma ou duas temporadas, retornar à Série A. Porém, infelizmente, todo bom trabalho desperta o interesse de Clubes com maior poderio financeiro e não poderemos criticar o Bonamigo caso ele aceite a proposta de um grande Clube da Série A. Torço muito para que permaneça. Em duas passagens pelo Remo, já conseguiu colocar seu nome na História como um dos melhores profissionais que já passaram pelo Leão.

Comentários