Helder Barbalho
Helder Barbalho

O Campeonato Paraense de Futebol de 2021 foi lançado oficialmente nesta quinta-feira (11/02). A cerimônia de abertura foi realizada no Palácio dos Despachos, sede do Poder Executivo Estadual, em Belém.

O campeonato será transmitido com exclusividade pela Fundação Paraense de Radiodifusão (Funtelpa – TV Cultura) e terá como patrocinador principal o Banpará.

O Parazão começa no próximo dia 27/02 e o calendário oficial dos jogos será divulgado no dia 20/02.

A transmissão exclusiva e o patrocínio master representam um investimento do Governo do Pará da ordem de R$ 8,327 milhões na competição. Os recursos serão destinados para organização da competição, pagamento dos direitos aos clubes participantes, além de custeio das premiações aos 4 primeiros colocados.

Pela primeira vez na história, a transmissão dos jogos irá alcançar todos os clubes. Serão 37 jogos televisionados.

Durante o lançamento, o governador Helder Barbalho comentou sobre a possibilidade do retorno do público aos estádios no Parazão.

“Estamos trabalhando para ter a presença de público nos estádios ainda no Parazão 2021. Porém, tomaremos essa decisão apenas quando a ciência, a medicina, assegurar que é uma medida certa e necessária”, revelou o governador, que falou sobre algumas das medidas para que isso seja possível.

“Estamos trabalhando para garantir mais vacinas para o Estado, cerca de 3 milhões de doses de vacina, independente do Governo Federal. Assim, vacinaremos 1,5 milhão de pessoas. Enquanto isso não acontece, trabalhamos com medidas sanitárias”, completou Helder.

Vale lembrar que desde a paralisação do futebol paraense, em março de 2020, devido aos primeiros casos de Covid-19 no Estado, a presença dos torcedores nos estádios foi proibida.

O presidente da Federação Paraense de Futebol (FPF), Adelson Torres, ressaltou que ausência de público dificulta a realização do campeonato e impacta diretamente na receita dos clubes.

“Um recurso bem-vindo vindo para os clubes fazerem contratações. Sem esses recursos, seria um campeonato dificultoso, porque estamos 9 meses sem arrecadação e os clubes também. Devemos iniciar o campeonato no dia 27/02, com previsão de conclusão em abril”, disse.

Mangueirão

Durante o evento de lançamento do Campeonato Paraense, Helder Barbalho esclareceu sobre o andamento do projeto de reforma do estádio Mangueirão.

A ideia era iniciar em 2020, mas a pandemia atrapalhou completamente o planejamento, com a estrutura do estádio sendo utilizada para abrigar moradores de rua.

Segundo Helder, a fase final de contratação da empresa responsável tende a ser finalizada ainda no mês de fevereiro, sendo que a ordem de assinatura de contratos também tende a ser um processo concluído este mês. Portanto, o estádio não vai recepcionar nenhum jogo do Campeonato Paraense. A estimativa é que as obras atinjam a ordem de R$ 146 milhões.

Helder disse que o Mangueirão terá “instalações mais modernas” e previu um período para conclusão das obras.

“Em julho de 2022, teremos um Mangueirão de volta”, prometeu.

Colosso do Tapajós

De acordo com o governador, o estádio Colosso do Tapajós, em Santarém, também terá as obras retomadas em um prazo de aproximadamente 6 meses. As obras do principal estádio da região Oeste do Pará estão paralisadas há quase 4 anos.

“Estamos concluindo o projeto para garantir que os anéis superiores possam ser concluídos e a previsão é que, até o meio deste ano, possamos iniciar as obras para conclusão deste estádio em Santarém”, completou.

O Liberal, 12/02/2021

Comentários