Remo 2×1 Vasco-RJ (Erick Flores)
Remo 2×1 Vasco-RJ (Erick Flores)

Os 45 minutos iniciais do Remo contra o Vasco (RJ) foram exemplares, a melhor atuação do time no Campeonato Brasileiro até o momento, tanto no coletivo como no individual.

Sem Felipe Gedoz na articulação, a transição ficou acelerada e ágil, que resultou em vantagem logo nos primeiros minutos da partida.

A forte participação dos homens de meio-campo – Anderson Uchôa e Erick Flores em destaque – foi fundamental para o resultado construído em cima de um Vasco (RJ) quase sempre confuso.

As primeiras movimentações da partida mostraram o time vascaíno se impondo no campo de defesa do Remo, projetando Germán Cano e Léo Jabá em cima da última linha defensiva azulina, mas o posicionamento firme de Romércio e Kevem conseguiu impedir que lances rápidos resultassem em situações de perigo.

Aos 14 minutos, em articulação que envolveu Matheus Oliveira, Erick Flores e Renan Gorne, surgiu o primeiro gol do Leão. A bola foi cruzada na área por Flores para o cabeceio de Gorne. Não se via no time adversário capacidade de equilibrar as ações.

O Remo se espalhava pelo campo e controlava o jogo. Fez isso tão bem que, logo em seguida, chegou ao segundo gol, como consequência natural do melhor rendimento tanto na defesa quanto no ataque. Matheus Oliveira, em noite inspirada, cobrou escanteio na segunda trave e Romércio subiu para testar no canto.

No único momento de desatenção, o Remo permitiu que o Vasco (RJ) chegasse ao gol. Léo Jabá atraiu a marcação de Romércio e tocou para Sarrafiore finalizar rasteiro. Não era o retrato fiel do que se via em campo.

Tanto que, dos 34 aos 40 minutos, o Remo teve 3 grandes oportunidades para ampliar. O goleiro Vanderlei apareceu para evitar com os pés um chute de Flores. Depois, desviou milagrosamente uma bola que havia sido cabeceada por Romércio na trave; e ainda salvou um chute cruzado de Flores.

Pelo volume de jogo imposto nos 45 minutos iniciais, o Remo tinha condições de ter saído com um resultado mais dilatado, um 3 a 1, pelo menos. Faltou mais apuro nas finalizações, mas as articulações revelaram um time ofensivamente comprometido em chegar ao gol.

O segundo tempo não teve praticamente lances de perigo nas duas áreas. O Remo buscava controlar o jogo, mas com um posicionamento menos agressivo, situação que foi amplificada com a expulsão do goleiro Vanderlei logo aos 21 minutos. Botou a mão na bola fora da área, após perder o tempo da defesa. Se a bola passa, Renan Gorne entraria livre para fazer o terceiro gol.

Depois disso, o cansaço afetou a movimentação dos azulinos, ainda sob o efeito do jogo contra o Goiás (GO), apenas 3 dias antes.

Ocorre que o jogo tem que ser observado pelo nível de comprometimento e maturidade tática da equipe de Felipe Conceição. Uma evolução interessante e necessária após a desastrosa derrota para o Operário (PR).

Blog do Gerson Nogueira, 15/08/2021

10 COMENTÁRIOS

  1. Muito sensata e realista análise do Gerson Nogueira, eu também achei que o time jogou bem seguro defensivamente, mais fácil, veloz no meio de campo e agudo no ataque, consequentemente teve abundantes chances reais de gols ao Remo. A goleada seria um placar mais justo, mas o importante é que o time do Remo jogou muito bem, venceu e faturou os três fundamentais pontos que ajudarão muito na sua permanência na série B em 2022.

  2. O Remo esteve perfeito em campo;acho dificil Gedoz e Siqueira voltarem a ser titulares nos proximos jogos,terão q provar q fazem falta ao time

    • Não fizeram nenhuma falta no jogo contra o Vasco pelo contrário, o Remo jogou melhor sem eles.

  3. pés no chão , continuar o trabalho forte , o time vem a cada jogo evoluindo , mas precisa de uma regularidade , pois é isso que faz os grandes times conquistarem titulos e se destacarem. chegaremos lá sim!

  4. Não vamos esquecer o segundo tempo do jogo contra o atlético mineiro, em Belém, pela copa do Brasil. O potencial do time é muito bom. Ainda precisamos de um bom volante cão de guarda para revezar com o Uchoa; de um bom centro avante. O Remo só vai melhorar. Precisamos continuar o trabalho que os resultados irão acontecer mais e mais. Pra cima LEÃO!

  5. Gostei muito do time principalmente do Matheus Oliveira tem um passe refinado e bate bem escanteio e falta coisa que o GEDOZ nao consuegue fazer,tomara que o FELIPE CONCEIÇAO passe uma ordem ´para que o Matheus Oliveira fique encarregador das cobranças de falta e escanteios

  6. Passei a assistir ao jogo justamente após a expulsão do goleiro do Vasco, me perguntei como esse time está ganhando, com um a jogador a mais não consegue sair com a bola dominada, quando tenta progredir erra fundamentos básicos que é o passe. Ainda bem que vasco é também limitado se não teria empatado.

  7. Marajó se Eu fosse VC nem falava nada por torcedores pessimista que nem VC o Remo de dar um chute bem longe , concerteza na hora de ajuda o time não ajuda com compra de material ou até mesmo ser um sócio torcedo te liga torcedo vai torcer desse jeito pra outro pra cima leão jogou bem sim !!!!

Comments are closed.