Vila Nova-GO 1×0 Remo (Felipe Gedoz)
Vila Nova-GO 1×0 Remo (Felipe Gedoz)

Os quase 100 minutos de bola rolando foram do mais absoluto domínio remista, nesta sexta-feira (08/10), em Goiânia (GO). O time passou cerca de 90% da partida dentro do campo de defesa do adversário, buscando infiltração, cruzando bolas e chutando muito.

O Remo chutou 23 vezes a gol contra 4 do Vila Nova (GO) e terminou com quase 70% de posse de bola. Não há dúvida: o time de Felipe Conceição foi superior, merecia ganhar, mas o placar real é implacável: derrota por 1 a 0.

Tudo por conta de alguns segundos de desconcentração. Aos 12 minutos do primeiro tempo, em rápido contra-ataque goiano, Alesson foi lançado, Thiago Ennes custou a chegar e o atacante ficou livre para bater cruzado para fazer o único gol da partida.

No início da jogada, a bola era do Remo, mas Felipe Gedoz perdeu a posse no ataque ao tentar girar sobre o marcador e permitiu a investida adversária, que foi fatal.

O que se viu depois foi um Remo dominante, em alguns momentos até avassalador. Os azulinos perderam gols ainda no primeiro tempo, com Rafael Jansen e Victor Andrade. O Vila ainda ficou com um a menos, quando Bruno Collaço levou 2 cartões amarelos e acabou expulso, aumentando ainda mais o predomínio azulino em campo.

Na etapa final, o Vila só chegou à frente uma vez. Raimar tentou um passe e entregou a bola a um adversário na entrada da área e quase o segundo gol saiu. O ataque goiano só foi neutralizado por Kevem, salvando quase em cima da linha.

O Remo atacou incessantemente. Buscou todas as formas de furar o bloqueio armado pelo Vila, infiltrou jogadores, trocou tabelinhas e chutou de quase de todas as distâncias. O Leão chegou a ter 5 atacantes na reta final da partida, com Lucas Tocantins, Victor Andrade, Neto Pessoa, Jefferson e Ronald.

Além da falta de apuro de alguns chutadores, como Felipe Gedoz , o Remo esbarrou na figura do goleiro Georgemy, que se impôs como barreira intransponível defendendo pelo menos 3 finalizações que tinham endereço certo, de Neto Pessoa, Jefferson e Victor Andrade.

Quase não se pode apontar erros na atuação do Remo, apesar da derrota. Talvez só o excessivo relaxamento nas primeiras jogadas, quando o time cometeu 6 erros de passe, algo raro na atual fase. Depois, porém, a equipe se estabilizou e tomou conta da partida. Faltou apenas a bola entrar, como dizem os cartesianos de carteirinha, embora não seja exagero.

Pode-se também questionar a falta de acerto em cruzamentos e escanteios. De cada 5 cobranças em direção à área, o time erra 4 deles. Ou a bola vem curta ou excessivamente longa, dificultando a ação de quem chega para finalizar. Ainda assim, o estreante Neto Pessoa apareceu bem em 2 momentos.

Quando Gedoz saiu para a entrada de Pingo, Matheus Oliveira passou a ser o articulador, mas não foi ousado como o jogo pedia. A noite exigia tentativas individuais capazes de furar as duas linhas de marcação goiana. Victor Andrade, mesmo esforçado, não repetiu atuações anteriores.

O Remo saiu lamentando a derrota, mas a atuação foi superior às últimas. Faltou competência nas finalizações, assim como ocorreu contra o Coritiba (PR).

Blog do Gerson Nogueira, 09/10/2021

19 COMENTÁRIOS

  1. O tecnico poem um monte de atacante e fica sem ninguem na criacao, tirou o gedoz e colocou outro atacante, doido, e o rafinha? era ele no lugar do gedoz, esta na hora de mudar esse formato Conceiçao, para de ser teimoso.

    • Gerson Nogueira descreveu todo o massacre do Remo no segundo tempo mas do que vale tudo isso se a bola não entrou e o time saiu derrotado frustrando e chateando a torcida?????

  2. Ainda tenho minhas dúvidas sobre o lance do gol do time goiano.

    Me pareceu impedimento.

    Mas, para variar, a TV não repetiu a imagem da “câmera do impedimento”, Não comentou o lance nesse sentido e, nem o comentarista da arbitragem deu ênfase ao lance.

    Tudo isso somado, me deixa com a “pulga atrás da orelha”.

    Continuo com a convicção de que o cara estava em impedimento……

  3. Remo perdeu pra técnico. Sim. Perdeu pra técnico. Já começa com um esquema tático de três volantes, mas que deixa espaços em excesso no meio, e com Gedoz de falso nove. Lucas Siqueira e Arthur não tem como jogar de titulares nesse meio-campo do Remo. Depois, demora a mexer (Tocantins era pra ter entrado muito antes, logo no intervalo) e quando mexe, ainda mexe errado. Tirou o Gedoz justamente quando ele estava tendo a chance de jogar na posição certa, e deixa o Matheus Oliveira. Queria entender a cabeça desse técnico, sinceramente, porque eu começo a achar que ele tá sabotando o próprio time, só pode. Ou então, é só burrice e teimosia mesmo.

  4. Chegaram em um momento da competição que não tem desculpas , é resultado e acabou, senão o couro vai comer!!

  5. Bonito pra esse técnico e jogadores incompetentes, Remo em 11° , não consegue fazer um gol em um time só com dez jogadores.

  6. A desconcentração do Leão que levou ao gol do Vila deve ser corrigida no próximo duelo contra o Brusque, devermos ter a volta de Marlon e outros craques que jogam sempre focado. O mais importante é que nesta rodada o Leão contou também com uma boa sorte porque a diferença de pontuação para a Zona de rebaixamento continuo a mesma ou seja oito pontos, é como se pulássemos a 29ª rodada sem prejuízo para o Leão entre os classificados que vão permanecer na B, e se o desenrolar da competição não tiver alteração de rendimento o Londrina terminará em 17º lugar com 38 pontos e o Leão em 11º lugar com 50 pontos. Acontece que os Times que estão no G4 estão com muita pontuação e os que estão no Z4 estão com pouca pontuação, ou seja o melhor do G4 pode terminar com 63 pontos e o melhor do Z4 com 38 pontos.

    • Marlon craque, isto é para ri ou é para chorar.Vou acretidar que papai Noel existe e que a tartaruga é mais rápido que guelpardo.

  7. Essa situação já virou rotina nos jogos do Remo, em vez de escalar o time real do segundo tempo no primeiro tempo, que realmente brilha e tem poder de reação, prefere inventar posição de jogadores e ver o time correr atrás do prejuízo face a teimosia de não dá o braço a torcer e aceitar a opinião dos críticos de futebol que muitas vezes enxergam mais do que ele próprio nós treinamentos diários dos atletas. Tenho certeza que se deixar o gedoz no meio, e entrar com os atacantes Andrade, Jefferson ou neto pessoa e Tocantins, e deixar o Lucas Siqueira no banco, o time poderia se classificar antecipadamente e talvez aspirar uma chance remota do acesso, mais com essa cabeça dura, a classificação já estará de bom tamanho.

  8. Engraçado como esses site ai fala que o remo jogou bem e foi superior…..porra nenhuma enquanto esse treineiro teimoso continuar com essas merdas dele vai ser sempre assim….apadrinhando jogador….remo 100 por cento avisa pra ele que jogador se vai e o clube ficar e o primeiro a roda vai ser ele por causa da apadrinhaçao dele com jogador….e vc fabio bentes tu saiu daqui do meii de nos crlh eu te respeito pra porra mais bora cobra nessa porra ai pq mais um derrota nos vamos beira a zona de novo e se tiver que demiti esse treineiro demita pq o remo e muito maior que essas porra ai

  9. Fábio Bentes é um pamonha, ele não tem pulso pra demitir, pro treinador sair tem que pedir como aconteceu com o Bonamigo.

  10. O time do vila Nova tirando sarro da torcida azulina e do time dizendo que somos fregueses e se queremos CPF na nota, quanta humilhação…..

    • Prometi, que daria descanço para minha corneta, mas, É o que acontece colocar qualquer um no Olimpo. Tem cara que acha que está acima do bem ou do mal. Como disse o Romário, o cara faz merda e os outros que tem que limpar, pois é, o Remo está neste momento, só que, as vez não dá tempo, e aí, a coisa fede.

  11. As eleições no Clube do Remo serão somente em 2023….enquanto isso…. já tem candidato fazendo campanha.

  12. Azul da cor do mar, no momento o Leão tem muito mais bola do que o Vila, esta derrota do Leão ficou um ´pouco entalada na garganta, dizer que o Leão é freguês é uma maneira de minimizar o baile que eles levavam quando o Leão dominava a redonda. Eu sei que o que vale é bola na rede porém eles devem estar abestados com o baile que o Maior do Norte apresentou e que milhões assistiram pela TV..

  13. Tomar gol de contra ataque com 4 volantes em campo,é brincadeira;sobre o “sarro”,os caras tem razão,ganham do Remo até com 10 jogadores!

  14. Vicente Barleta Jr. você tem razão os nossos craques estavam brincando passeando em campo foi um verdadeiro baile, porém deveriam brincar com mais atenção para não levar o gol de bobeira, na verdade eles podem dar o baile depois de conseguir os 45 pontos ou a classificação garantida.

Comments are closed.