Anderson Uchôa
Anderson Uchôa

Após a derrota para a Ponte Preta (SP), o Clube do Remo retornou aos treinos na manhã desta segunda-feira (25/10). O Leão iniciou a preparação para uma maratona de jogos que podem definir o futuro da equipe no Campeonato Brasileiro. Em um intervalo de apenas 10 dias, os azulinos enfrentam Cruzeiro (MG), Londrina (PR) e CSA (AL) na sequência da Série B.

Um dos atletas mais experientes do plantel azulino é o volante Anderson Uchôa. Na próxima quinta-feira (28/10), contra o time mineiro, o meia vai reencontrar o time em que foi revelado para o futebol. Após 5 jogos sem vencer, Uchôa espera retornar de Belo Horizonte (MG) com os 3 pontos na bagagem.

“Sabemos que vai ser um jogo difícil. É um jogo de 6 pontos, precisamos da vitória para subir na tela”, disse.

Aos 30 anos de idade, Uchôa já conquistou a Série B e sabe o que é preciso para reencontrar a vitória na competição.

“Sabemos que essa reta final são jogos difíceis. Não é fácil ficar 5 jogos sem vencer, mas não adianta ficar lamentando. Na quinta-feira (28/10), temos um jogo difícil. Temos que treinar e melhorar para buscar os 3 pontos”, comentou.

Em sua primeira temporada no Baenão, Uchôa já disputou 40 jogos e marcou 2 gols com a camisa azulina. Ele admitiu que a falta de vitórias incomoda o elenco do Leão.

“Isso está nos incomodando. São 5 jogos sem vencer e aquela gordura que construímos, acabou. Os times que estavam lá embaixo estão se aproximando, então temos que ganhar o mais rápido possível para se afastar da zona de rebaixamento. Se vencermos o Cruzeiro (MG), passamos deles. É um jogo difícil, mas vamos em busca da vitória”, finalizou.

Roma News, 25/10/2021

4 COMENTÁRIOS

  1. AGORA QUE QUEREM DECIDIR! JÁ DEVIAMOS TER PONTUAÇÃO PRA ESTÁ EM UMA COLOCAÇÃO MELHOR!UMA VERGONHA ESSE PLANTEL!MUITA FALTA DE CRITÉRIO PRA MONTAR ESSE GRUPO!

  2. Se o Romercio voltar com o kevem ou Rafael Janssen na zaga , e o gedoz e companhia jogarem bem na marcação e rapidez nos contrataques o remo tem grandes possibilidades de. Vencer ,,,,, time velho kagado esse da ponte Preta nojento
    Mais eu avisei que eles vinham jogando por uma bola e concentrados esse time da ponte não é um time ruim , apenas não acertou na competição e o REMO deu muita moleza pra ELES… ,levantar a cabeça agora não adianta ficar lámentando,,,temo que ir forte contra o Cruzeiro eles estão doído pra bater num besta o remo não pode da uma de abestado se não o bicho vai pegar..

  3. Pois é, vcs tem que se unir neste momento e cada partida seguinte será sim,uma decisão para nós!!

  4. O Remo está amargando risco na série B devido às roubalheiras de arbitragem no primeiro turno que o sequestrou cerca de 10 pontos e no segundo turno pelo VAR passional nos jogos contra o CRB e Brusque que o sequestrou mais 6 pontos. Seriam 16 pontos que deixariam o Remo brigando hoje pelo acesso.

    De tudo o que mais prejudicou foram os pontos perdidos para clubes que diretamente brigam para não cair, especificamente as derrotas para o Operário (casa, pura moleza), Londrina (fora, roubo de arbitragem) e Brusque (fora, roubo do VAR). Se tivesse pelo menos empatado esses três jogos o Remo já estaria praticamente garantido a sua permanência na série B, pois estaria com 41 pontos e empurraria esses três adversários para bem longe na tabela.

    A preocupação é a máfia do futebol atuando nesses últimos jogos da série B para ajudar clubes do esquema a subirem ou não caírem, por exemplo, no próximo jogo o Remo pega o Cruzeiro que ainda está em risco de cair, ou seja, além da raposa ter um plantel bem mais qualificado, possivelmente terá ao seu favor lances de ação do VAR. Já o Brusque tem em seu favor o endinheirado mafioso Velho da Havan (Luciano Hang, o dono da cidade de Brusque) que é capaz de comprar arbitragem para proteger seus interesses por Brusque, possivelmente contra o Remo ele lavou a mão do cara do VAR. O Vitória da Bahia também tem força política e é queridinho da CBF.

    Portanto, a diretoria do Remo deveria novamente protestar formalmente à CBF a respeito das roubalheiras de arbitragem e VAR, relacionando os diversas casos inclusive esse último jogo contra a Ponte que o gol da macaca foi irregular. O ideal seria que essa manifestação de protesto fosse junto com um político paraense de peso.

Comments are closed.