Mazola Júnior
Mazola Júnior

Críticas pelo rendimento, aplausos pelos resultados. Esse é o Remo pós-quarentena, de 4 jogos e 4 vitórias, apesar das atuações nada convincentes.

O Remo será um time competitivo, sem preocupação com espetáculo, definiu o técnico Mazola Júnior.

Neste domingo (16/08), sem o atacante Gustavo Ermel (lesionado) e Marlon (suspenso), o Leão tem que tomar as iniciativas contra o Ferroviário (CE). Como vai se comportar esse time, claramente programado para ser reativo?

Pelo que disse Mazola, terá que haver paciência. O Leão vai continuar comedido, priorizando as funções defensivas, com seus 4 volantes na primeira linha de marcação e a consciência de que é um time em construção.

Parazão

Remo superou a pontuação do Paysandu na classificação geral do Parazão: 26×25. Ambos têm 8 vitórias, mas o time azulino tem 2 empates e 1 derrota, enquanto o bicolor tem 2 derrotas e 1 empate.

Os resultados da semifinal também recolocaram o Leão como defesa menos vazada, com 8 gols tomados, 2 a menos que o rival. Porém, entre os 4 semifinalistas, o Remo tem a pior produção ofensiva, com 17 gols marcados. O Paragominas tem 20, o Castanhal tem 21 e o Paysandu tem 26 gols.

Copa Verde

Segue o silêncio da CBF sobre a Copa Verde, tal como no ano passado. Entretanto, a qualquer momento deve sair o anúncio da tabela básica da edição 2020, já que o Estatuto do Torcedor exige essas providências até 2 meses antes do início da competição.

Coluna de Carlos Ferreira, O Liberal, 16/08/2020


O jogo entre Remo e Ferroviário (CE) será no domingo (16/08), a partir das 18h, no estádio Mangueirão, em Belém, valendo pela 2ª rodada da Série C. Esta partida terá transmissão ao vivo e exclusiva pela DAZN. Clique aqui para fazer sua assinatura agora e ganhe 30 dias grátis.

4 COMENTÁRIOS

  1. Um time para ser competitivo precisa ter um elenco equilibrado em sua composição. Como pode ser competitivo com um elenco composto majoritariamente por volantes e com escassez em determinadas posições como, por exemplo, no ataque. Essa é questão que pode custar caro ao remo ao longo das competições se não for revista logo. Agora que o ermel se contundiu e vai ficar por volta de 10 dias afastados não temos outro jogador com as mesmas características e qualidade. O jovem Ronald, mesmo tendo feito boas apresentações, nem tem sido escalado para o banco de reservas. Esse jogador merecia mais oportunidades e sequência de jogos, pois mostrou o seu valor. Um time competitivo se faz através do equilíbrio e ao que parece o remo montou para essas temporada uma time igual “pipa pensa” no céu… Cheio de volantes, inclusive jogadores que não tem a qualidade para jogar no Remo, vide chaves.
    Só pra refletir: é verdade que os resultados estão vindo, mas até quando?

  2. Só pé duro ! Ninguém marca posição e aparece pro jogo. Só Jesus / Vinicius para ajudar. Ôh time ruim.

  3. Lá está o jornalista bicolor alfinetando o Remo, como sempre. Hehehehehe! O cara se preocupa mais com o Remo do que com o time dele que está disputando o mesmo campeonato. Não adianta tentar influenciar torcida para perturbar o trabalho no Remo porque a grande maioria já te conhece, es bicolor e queres atrapalhar o Remo. Nitidamente um dos influenciadores negativos aos quais o Mazola se referiu na entrevista. Tem um outro que a equipe da Clube insiste em colocar para comentar os jogos do Remo, outro bicolor, que comentou os dois últimos e que também já virou motivo de risos. Ainda tem pouquíssimos torcedores que por vezes mordem a isca ou são bicolores infiltrados se fazendo de Remista. Hehehehehe! Já calaram a boca duas vezes. Mas, não desistem mesmo sabendo que já se conhece o tipo.

Comments are closed.