Fredson
Fredson

Com as atividades suspensas do Campeonato Paraense por tempo indeterminado, a diretoria do Clube do Remo tem analisado cautelosamente os próximos passos a ser tomados internamente, na tentativa de minimizar as turbulências que automaticamente virão em virtude da pandemia Covid-19, como foi pontuado pelo presidente Fábio Bentes.

A paralisação da competição local fará com que os responsáveis pelo clube mudem o foco do futebol e adiantem outros assuntos do planejamento, como é o caso de fontes de receita.

O presidente azulino, contudo, preferiu aguardar antes de sinalizar qualquer pronunciamento, visto que a situação ainda é prematura no que diz respeito à pausa no Parazão e, posteriormente, o seu desfecho.

Enquanto isso, não apenas Fábio Bentes tem tomado a dianteira na recomendação aos cuidados com a proliferação do coronavírus, mas os jogadores do elenco também.

O zagueiro Fredson, que assim como os demais companheiros, vinha trabalhando com o pensamento para o compromisso contra o Águia de Marabá, deixou o seu recado.

“Coisa pior é pegar coronavírus. Quero isso bem longe de mim. A prevenção é bastante importante não só para mim ou para os torcedores, mas para a população como um todo”, disse o defensor.

Outro personagem da equipe azulina que tem deixado claro a gravidade da situação vivida no mundo inteiro, é o técnico Mazola Júnior. Por ter vivido durante 12 anos em Portugal, o comandante relatou as consequências de amigos que vivem no país nas últimas semanas, após não seguirem o protocolo que tem sido repassado aqui, pelos órgãos de saúde.

“Não é drama e nem sensacionalismo. Temos que encarar isso com muita responsabilidade e seriedade”, ponderou.

Diário do Pará, 21/03/2020

4 COMENTÁRIOS

  1. Realmente é preciso encontrar uma saída segura para combater o coronavírus porque a vacina pode demorar e o campeonato Paraense 2020 precisa ser retomado. Eu fiz um comentário onde disse que o nosso craque Carlos Alberto deveria Tomar o chá da folha do Pariri para acelerar sua cura, talvez ele ainda esteja tomando algumas vezes na semana. No caso do coronavírus ou de uma gripe muito forte é bom tomar o chá do Pariri, para acelerar a cura porque o Pariri aumenta a imunidade do Organismo fazendo com que o coronavírus seja destruído pelas defesas leucocitárias do próprio corpo que ficará reforçada com este chá. Eu ainda não peguei gripe, porém com a ameaça do coronavírus eu estou tomando um litro de Chá da folha do Pariri um dia sim três não, caso eu venha contrair uma gripe eu vou Tomar um dia sim um dia não. Eu não posso afirmar se somente o Pariri é capaz de aumentar a imunidade corporal 100% ao ponto do organismo destruir o coronavírus em 10 dias, porém eu posso afirmar que o Pariri quebra pelo meio a força do coronavírus, quem fizer isto que eu faço terá 98% de de chances de não ter complicações pulmonares que levem a internação hospitalar.Os médicos poderão associar o chá do Pariri com a cloroquina nós casos mais graves. Eu digo isso porque o Pariri além de aumentar a a hemoglobina do sangue ele também aumenta as defesas Leucocitárias do organismo é ajuda na expectoração do muco pulmonar que aparece com certas doenças com a do coronavírus.

  2. Como sempre aqui no Brasil muitas pessoas levam na brincadeira, aqui no Pará então nem se fala, haja palhaçada com o vírus, mas essa doença é grave já matou milhões, vamos nos resguardar, a vida humana é mais importante do que qualquer diversão, depois o prejuízo material pode ser recuperado.

  3. Tudo bem que a coisa é séria, mas dizer que matou milhões é o mesmo absurdo do que tomar o chá de Pariri. Gente, não pudemos parar e dizer: olha vírus, toma conta do mundo que vou ficar aqui em casa escondido embaixo da cama… Vamos reagir, tem que ser pensado em tudo sim e não ficar esperando a morte em casa. LEÃO, até com Coronavírus.

Comentários