Remo × Paysandu
Remo × Paysandu

Remo e Paysandu duelam no estádio Mangueirão, neste domingo (06/09), a partir das 17h. A partida é válida pela final do Campeonato Paraense 2020, jogo de volta.

O Leão precisa vencer por 1 gol de diferença para forçar a decisão nos pênaltis, ou por 2 ou mais para ser tricampeão direto.

Assista aqui, ao vivo!

Remo 100%, 06/09/2020

17 COMENTÁRIOS

  1. Não entendo como alguém pode defender a entrada desse Djalma no time! É muito não entender de jogo ou escutar todas as merdas que os bicolores radialistas da RBA e da Cultura falam. Cara matou enquanto estava em campo e ainda deu migué pra sair. Essa bustema é torcedor da mucura! Gelson é ruim, mais em cinco minutos já tinha jogado mais que ele!
    Mazolla é um burro! O time hoje entrou pior do que na quarta-feira.

    • Ermel, Jelson, Zé Carlos têm que ser dispensados e devem contratar um centroavante, um ponta pra ser reserva do Tcharles, um lateral direito e um meia que pode ser o Fazendinha.

  2. Vocês nunca irão ver meu dinheiro , sócio torcer nunca mais….. Até quando vou ser humilhado como torcedor ?

    Se a torcida for um pouco inteligente não vai ser enganada por esses jogos na série C, vamos pegar porrada em todos os jogos.

    Parabéns ao presidente que está saneando as dividas do clube , está estruturado a instituição Clube do Remo, mas hoje é durante algum tempo para frente o time de futebol profissional do clube do Remo não é competitivo, não tem garra, não tem profissionalismo (salvo o tcharlles).

  3. A perda do título pode pôr na conta do técnico Mazola. Burro e retranqueiro. Não é a toa que está treinando time da série C.

  4. Em 30 anos acompanhando Rexpa eu nunca vi o time que tem menos 1 ganhar. A atitudes de alguns jogadores que não pensam no coletivo prejudica muito o time, não estou falando só do Fredson. O Tcharles até fez o que eu achava que ele deveria fazer, mas é muito fominha, queria ser o herói do jogo, se precipitou em vários lances, inclusive um no final que ele poderia ter tocado para o CA. Ermel jogou muito abaixo também, mas conseguiu criar uma boa chance com o Remo já com 10, quando a bola passou limpa na pequena área. Enfim, agora é pensar na série C e melhorar esse condicionamento físico dos jogadores, ter a cabeça no lugar. Ano passado quando o Remo ficou com menos um, levou 3 é poderia ter levado mais, até que o time competiu. Vamos virar a chave.

  5. Eu fiz um comentário onde disse que o mais importante não aconteceria tanto para Leão como para PSC que seria uma boa arrecadação virtual, nem Leão nem PSC tem condições financeiras de reforçar o Time para as 14 rodadas que ainda falta para a fase classificatória do quadrangular da C. Na verdade os dois maiores do Pará vão lutar muito para o acesso, vai acontecer aproximadamente o que vimos em 2019 ou Leão ou PSC vai ficar fora do quadrangular, espero que o Leão se classifique e o PSC fique de fora, porém não sabemos o que realmente vai acontecer, pode acontecer que os dois maiores do Pará se classifiquem para o quadrangular e apenas o Leão consiga o acesso, agora se PSC ou Leão for campeão da C 2020 pode ser considerado zebra. Com certeza o Mazola Já mapeou como o Leão deverá atuar na C para chegar ao quadrangular.

  6. Eu disse que ficaria triste se o Remo perdesse o título, mas ficaria muito preocupado se o título fosse conquistado e o Mazola permanecesse. Agora eu digo que ficarei muito decepcionado se o presidente mantiver o Mazola e mais uns cinco pernas de pau que não estão jogando nada.

  7. Perdemos pra técnico colocou num jogo decisivo Zé Carlos, Marlon, Ermel Djalma, Jelson amigos meu que é torcedor do Maesandú disse que esse Mazola é teimoso fora MAZOLA Jr…

  8. Manda embora Mazola, Fredson, Marlon, xaves, Gelson, julio rusch, Robinho, Parcker, Ze Carlos, Giovani, mimica

  9. Analizando o Ermel, ele não sabe cruzar e nem finalizar. Todo atacante quando tá no mano a mano, corta pra dentro tirando do marcador e bate fazendo uma curva por fora pra tirar do alcance do goleiro, isso é o bê a bá do futebol, mas ele não sabe. Ele só chuta na canela do zagueiro, não sai uma jogada perigosa dos pés dele.
    Ao meu ver, na contusão do Djalma, o Mazola deveria ter colocado um lateral esquerdo e puxado o Marlon para o meio, que melo menos, sabe bater na bola. A saída do Éverton foi equivocada em consequência da primeira substituição, pois já no segundo tempo, o Marlon deveria sair pra entrar o Carlos Alberto, mas ele preferiu botar o Jelson que apenas atrapalhou.

  10. A alternativa mais factível de reforçar os dois maiores do Pará seria estabelecer um prêmio ofertado pelo Estado que seria na ordem de R$2.000.000,00 para o vice e R$2.500.000,00 para o campeão, nesta época de pandemia não será possível contar com uma boa arrecadação virtual, o Leão será muito forte quando o Baenão receber iluminação para duelos noturnos e o Fenômeno Azul poder novamente entrar nos Estádios. Apesar de não vencermos a guerra do Parazão 2020, o Leão tem escrete suficiente para sonhar com o acesso. Eu não concordo quando dizem que o Parazão não é muito importante mito pelo contrário se o Estado patrocinasse um prêmio da ordem proposta acima. os finalistas do Parazão teriam condições financeira de disputar a C sonhando com com o Título de campeão.

    • Entendo sua preocupação com as finanças dos clubes do Pará, mas não concordo que o Estado gaste mais com esses clubes. O Pará foi um dos Estados menos ajudados durante a epidemia pelo governo federal e ainda ficou fora do desconto de luz elétrica, enfim. O estado adiou a reforma do mangueirão para comportar os jogos do parazão, então o Estado fez tudo que estava ao seu alcance, diferente de outros lugares, como o Estado do Rio de janeiro, que quem bancava o campeonato era a Tv. Quem tem que ajudar nossos clubes somos nós mesmos, os torcedores, acontece que tem torcedor que ajuda apenas mediante a bons resultados, condicionando até, ajudar se dispensar uns e contratar outros. Bem, temos que respeitar, mas eu não sou assim. O clube que dizemos amar depende financeiramente de nós. Não adianta esse discurso repetitivo e vazio de “manda embora fulano de tal” , “contrata ciclano”, ninguem aqui é criança e sabe que as coisas não funcionam assim. Sem contar que vivemos um momento bem atípico, de pandemia que ainda não acabou. O prognóstico para os nossos clubes não é bom, os times com folha salarial mais baixa, que conta com apoio de prefeituras e sem pressão de torcida, levam vantagem no planejamento para se manterem até o final do campeonato, já os nossos que dependem da torcida, estão ferrados.

    • Caro Felipe, seria muito luxo o governo do Pará distribuir polpudos 4,5 milhões para campeão e vice do pífio campeonato paraense.

      Esses 4,5 milhões seriam melhor empregados na construção de escolas ou postos de saúde ou geração de emprego para o povo carente da periferia e dos interiores do estado.

      Também sou contra o governo desembolsar uma fortuna no “novo” Mangueirão em vez de investir em programas sociais para nossos pobres conterrâneos sonharem com dias melhores.

      Se Remo e mucura estão quebrados financeiramente é por má gestão e esquema com sanguessugas dos próprios clubes, e o torcedor que tem pagado o pato.

      A coisa mais idiota é ouvir o tal “lisos larguem o futebol”. O Remo tem que buscar as receitas garantidas suficientes para cobrir seus custos, nunca gastar mais do que pode, além de reduzir custos (ex: demitir jogadores caros e ruins).

      Portanto, o segredo do dinheiro é saber o empregar e ter a inteligência para o fazer multiplicar.

Comments are closed.