Rony
Rony

O lateral-direito Rony está livre no mercado para decidir onde irá jogar em 2020. O jogador venceu em primeira instância o processo contra o Remo e teve seu contrato com o clube rescindido de maneira indireta, pela Justiça do Trabalho. A decisão foi protocolada pela juíza Lea Sarmento, da 3ª Vara do Trabalho de Belém, nesta sexta-feira (20/12).

Além de perder a promessa da base, o Remo teve outra derrota nos tribunais: a sentença proferida pela juíza diz que o clube azulino terá que pagar ao atleta uma multa equivalente ao valor da soma de todos os salários que Rony receberia até o final de seu contrato – que era válido até janeiro de 2021 – com juros e correção monetária, algo em torno de R$ 20 mil.

O clube pode – e deve – recorrer da decisão no Tribunal Regional do Trabalho.

Sem vínculos com o Remo, Rony deve seguir o mesmo caminho que seu ex-companheiro no Leão, Gustavo Ramos, e assinar com o Sampaio Corrêa (MA), que em 2020 disputará a Série B do Brasileirão. Ambos são representados pela mesma empresa de gestão de carreiras.

Globo Esporte.com, 20/12/2019

11 COMENTÁRIOS

  1. Manda esse filho de uma puta rasga do Leão….
    Fudido mal agradecido ….
    Despacha esse muleke q só vai trazer dor cabeça…

  2. Graça a DEUS acabou essa balbúrdia, ele é um bom jogador, virou mercenário rapidinho, mas desejo pra ele muito sucesso o Baenao está de portas as bertas agora o fenômeno não perdoa

  3. A juíza anteriormente estava dando decisões favoráveis ao Remo, de repente mudou radicalmente. Muito estranho.

  4. recorram recorram até onde podem. isso é muito estranho. não pq fazemos questao desse cidadaozinho, ingrato , mercanario, mas pq issso esta muito estranho. VAMOS ACORDAR JURIDICO !!!!!

  5. Ele não quer ficar deixa ele ir. Mas agindo dessa maneira como mercenário e indo na corda de empresário mais mercenário ainda, dificilmente dará certo no futebol.

  6. Esquisito isso Sra….juíza véspera do recesso. …e pra esse mercenário vaza do Leão o mais rápido possível. …… Remo aki em Sampa. ..fui

  7. Não sou advogada, mas não vi nada de estranho no processo. Primeiro ele pediu desligamento alegando atraso de salários, pelo o que entendi, de fato o Remo devia salários e mas quando eles entraram (Rony e empresário) o Remo já havia depositado os atrasados. Então a Juíza se eu não me engano Heloísa Helena Gato, acatou e num primeiro momento o Remo “ganhou”. No entanto, chegaria o momentos deles apresentarem suas alegações e mostrar que o Remo de fato devia salarios (e pela lei Pelé o jogador pode se desvincular). Assim, outra juíza, apreciou o caso é deu ganho ao jogador em primeira instância. O Remo entrará com recursos já em segunda instância, mas acho que perde. Portanto, nada de estranho há. Ao invés de se deter nisso, o Remo tem que pensar numa formula que segurar jogadores aqui, hj muitos clubes são vitrines melhores, olhem para o Athetico, o Fortaleza que um dia desses estava na série C junto com o Remo (vai fazer um CT). Sabe, se o Remo não evoluir em estrutura, se não disputar o campeonato importante, e se não ganhar título expressivo, o que aconteceu com esse jogador, continuará acontecendo…

  8. Quero ver ele disputando o parazao por algum clube de segunda linha do estado nos próximos anos…. E implorando para voltar pro Remo.

  9. O mundo dar volta,manda esse mané rasgar logo,um dia ele vai precisar do remo de novo,Ele pensa que ele é o que???só tá comecando sua carrera e tá com esse marra toda,não é digno nem de tocar no manto azulino!!

Comments are closed.