Tiago Félix
Tiago Félix

Em campo em 8 dos 36 jogos do Remo neste ano, o lateral-esquerdo Tiago Félix luta para se tornar um dos credores do Remo na Justiça Trabalhista. O jogador moveu ação pedindo R$ 1,6 milhões.

Nesta terça-feira (10/09), Tiago participou de audiência de instrução – para apresentação de provas – e aguarda agora a decisão do juiz do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) sobre o caso, que pode ser anunciada no dia 14/10, na audiência de encerramento, onde o caso será fechado para a análise do magistrado.

Independente da decisão, o Leão já tem uma avaliação formada sobre o caso, como contou o diretor jurídico do clube, Pietro Alves. O atleta de 26 anos alega que não foi pactuada a cláusula compensatória, que se trata de um mecanismo da Lei Pelé para evitar que os contratos não sejam rescindidos antes do tempo acordado.

“Na nossa visão, o jogador está buscando um enriquecimento ilícito, principalmente, pelo valor que está requerendo. Sobre as provas, nossa avaliação é que nossa base foi bem comprovada”, declarou Pietro.

Leandro Brasília

No mesmo dia da audiência entre Remo e Tiago Félix, outro credor surgiu: o volante Leandro Brasília, que defendeu o Remo na temporada passada. O atleta, no entanto, não compareceu nem mesmo naquela que foi a primeira audiência e o processo deve ser arquivado.

O Liberal, 12/09/2019

3 COMENTÁRIOS

  1. E por isso que essas pessoas que querem tirar a proveito na vai pra frente essa pessoa aí estava jogando futebol pelada por aí teve uma oportunidade até me espantei quem o contratou e de repente vem querer ficar rico na custa dos outros com um futebol de futebol pelada s brincadeira ele tem e que pagar todas as custas desse processo isso sim…por isso se diz um ditado quem tem pena do miserável fica no lugar dele.fato

  2. A cada ano que passa sempre aparece um caso desses pedindo uma fortuna Do clube sem se quer ter dado se quer um chute…Mas isso que dá trazer jogadores por atacado, e depois tem que ir na casa do índio negociar com fulano e ciclano… Diretoria, olha pra base e pra segundinha e contrate apenas 4 a 5 jogadores pontuais…

  3. Tem que avisar pra esse jogador e seu advogado que que o clube do remo e um Club de futebol mais não é banco e nem o INSS pra está aposentado inválido.kkk

Comentários