Dirson Neto, Rafael Jacques, Paulo Mota Filho e Carlos Kila
Dirson Neto, Rafael Jacques, Paulo Mota Filho e Carlos Kila

Na manhã desta terça-feira (03/12), a diretoria de futebol do Clube do Remo apresentou oficialmente o técnico Rafael Jacques. A coletiva de imprensa foi realizada no Baenão.

O novo técnico do Leão tem 44 anos, é natural de Porto Alegre (RS) e atuava como atacante quando era jogador, começando a carreira como treinador nas categorias de base do São José (RS), estando à frente da equipe na campanha do acesso à Série C, conquistada na temporada passada, e na própria Série C deste ano.

Pelo clube gaúcho, entre a base e o time profissional, Jacques obteve 106 jogos, sendo 53 vitórias, 27 empates e 26 derrotas.

“O objetivo é fazer uma equipe que seja competitiva com e sem a bola. Isso não abro mão, como técnico. Paciência com a bola, fazendo o adversário correr, abrir espaços e nós circulando, para achar esses espaços na hora certa. O torcedor vai encontrar um treinador muito sanguíneo, venho para buscar os objetivos. Brigaremos pelas competições e o torcedor verá uma equipe que vai lutar bastante. Terão momentos de derrotas, mas vamos vender caro isso”, revelou.

Sobre as competições que o Leão irá disputar na próxima temporada, o comandante remista avaliou a Série C.

“Fiz uma análise baseado no que vimos em 2019. Temos equipes que permanecem, como Santa Cruz (PE) e Imperatriz (MA). Os adversários do Grupo A são bem ofensivos e acostumados com a competição. No Grupo B, temos equipes que caíram. Temos que esperar o comportamento dos times no Estadual para entender como os veremos na Série C”, contou.

Rafael Jacques destacou o trabalho com os jogadores da base.

“Gosto de trabalhar com meninos porque eles sabem muito bem qual é a essência do clube. Jogadores com pouca idade sonham em jogar o profissional, o que depende muito mais deles do que da comissão técnica. Se eles tiverem personalidade e vontade, vão conseguir chegar. Coloquei meninos de 17 anos para jogar recentemente e hoje eles estão em negociação até mesmo com equipes internacionais”, afirmou.

Clube do Remo, 03/12/2019

2 COMENTÁRIOS

  1. Todo sucesso ao Rafael Jacques dirigindo o Maior do Norte, que ele leve o Remo definitivamente à Série “B”. Estamis confiantes…

Comentários