Djalma
Djalma

Antes da partida entre Remo e Ypiranga (RS), dois times vão jogar pela liderança da competição, algo que pode influenciar na posição do Leão no Grupo B da Série C: o jogo entre Paysandu e Volta Redonda (RJ), marcado para domingo (19/05), às 18h, no estádio Raulino de Oliveira.

O Volta Redonda (RJ) é o primeiro colocado, com 7 pontos, mesma pontuação do Remo, mas o time azulino fica atrás no saldo de gols. O Paysandu vem em 3º, com 1 ponto a menos. Por isso, há um interesse especial pela partida do rival azulino.

O volante Djalma avisou que vai assistir essa partida e até “secar” os adversários na luta pelo acesso, mas deixou claro que o Remo precisa fazer o dever de casa.

“Temos que pensar na gente e deixar os adversários de lado. Claro que dar uma ‘secadinha’ é importante, que dê empate lá e a gente possa fazer nosso deve de casa, mas é esquecer eles e pensar mais na gente, porque não adianta a gente pensar no adversário, torcer pela derrota e não conseguir nosso objetivo em casa”, afirmou.

O zagueiro Fredson sofreu um corte no pé, ainda será reavaliado pelo Departamento Médico, mas é provável que fique de fora do jogo entre Remo e Ypiranga (RS), na próxima segunda-feira (20/05), no Mangueirão, pela 4ª rodada da Série C. Com isso, Djalma tem a chance de retornar ao time titular, ocupando a lateral-direita, já que Rafael Jensen deve voltar à zaga, se Fredson não jogar.

O jogador ainda não sabe se essa será a utilização do técnico Márcio Fernandes, mas garante que está pronto e buscando a titularidade no Leão.

“Joguei todo o Estadual. Fiquei de fora do jogo contra o Boa Esporte (MG) por uma lesão na costela. Ramires entrou e está bem. Estou procurando minha vaga no time e, enquanto isso, vou estar torcendo para os meus companheiros, que é o mais importante. Quem está jogando, está muito bem. Vinha jogando e stá difícil entrar de titular porque estão bem, mas não vou parar de buscar a minha vaga e assim será no campeonato inteiro”, garantiu o jogador.

O Liberal.com, 15/05/2019

12 COMENTÁRIOS

  1. Não gosto do Djalma como lateral, ele é meio de campo. Acho até desestimulante para o laterais do elenco, vendo mais um jogador sendo improvisando na posição. O Jansen jogou e deu conta, estava no time nessa função pelo desempenho apresentado, agora é hora de testar quem é da posição e não improvisar.

  2. Até porque o Remo na parte defensiva tem jogadores para as posições então pra que improviso o que tá faltando é o homem gol.

  3. Tem Geovane e Michel como opções. Por que improvisar volante pra jogar de lateral? Geovane é um lateral ofensivo e que tem bom chute. Se a intenção é ir pra cima do adversário, pra que improvisar volante na lateral?

  4. Michel tem q ser titular, mesmo com a zaga titular. O jansen é ZAGUEIRO, ele quase não apoia pra fazer jogadas de cruzamento

  5. O Márcio Fernandes já falou que vai entrar quem estiver merecendo, talvez o Michel não esteja merecendo, pelo que estou percebendo os titulares são os jogadores mais focados, mais concentrados no objetivo do clube que é o acesso e o campeonato. O Djalma fez um ótimo campeonato paraense, sempre se mostrou esforçado, se contundiu e está voltando, mais uma opção para o treinador.

  6. Prefiro não improvisar, mas passei a acreditar no trabalho do treinado e confio que ele colocará o melhor em campo, pois está vendo o dia a dia de cada jogador.

  7. Não dá pra entender cabeça de treinador.
    Depois de ter dois jogadores da posição aptos para jogar ele quer improvisar.
    Torço para que o djalma de conta do recado e o time faça o dever de casa e nos de a vitoria para que assim possamos alcançar o topo da tabela e não sair mais de lá.

  8. Jogar improvisado é jogo de time sem competência. Passou o campeonato e tem uns jogadores um pouco melhores, vamos colocar 4.3.3, e buscar a Vitória jogando com garrrra.
    João Palheta.

Comentários