Guilherme Garré
Guilherme Garré

O Remo terá pela frente nesta sexta-feira (16/08), no Mangueirão, o São José (RS), pela penúltima rodada da Série C. Somente uma vitória mantém o Remo vivo na luta por uma vaga na próxima fase da competição sem depender de outros resultados.

Para este jogo, o time azulino espera contar com o meia Guilherme Garré, que treinou com o grupo nesta quinta-feira (15/08), mas ainda sente dores no tornozelo esquerdo.

O jogador não esconde a ansiedade de querer jogar, mas passará por testes antes da partida para saber se vai ou não para o jogo.

“Estou preparado. Dor é normal para um jogador e temos que fazer alguns sacríficos. Não que isso seja alguma desculpa, mas qualquer um que tenha alguma dorzinha vai ter que superar, por ser o jogo mais importante para o Remo e de todos os jogadores. Vamos trabalhar, realizar os testes certinho, mas tenho certeza que vou conseguir entrar e fazer uma boa partida. Sinto (dor) em alguns movimentos, o que é normal, mas está tudo tranquilo”, disse.

O Remo é o atual 6º colocado na classificação do Grupo B, mas já chegou a liderar a competição. O meia disse saber das baixas atuações da equipe, mas garante que diante do São José (RS) as coisas serão diferentes.

“Acredito que sim (estar devendo um bom desempenho), por tudo que desenvolvemos no início do campeonato e todos acabaram devendo um pouco. Precisamos concentrar, focar, pois não tem nada perdido e dependemos só de nós”, falou.

O momento do clube é delicado, nos últimos 10 jogos, o Remo venceu apenas o lanterna Atlético (AC), mas o jogador de 26 anos promete empenho diante do adversário gaúcho.

“As cobranças são válidas pelo momento ruim em que estamos vivendo. Temos capacidade de reverter essa situação. Estamos fechados com o professor Márcio, ele passa confiança para o elenco e tenho certeza que amanhã (sexta-feira) será um grande dia”, contou.

Garré espera mais uma vez o apoio do torcedor azulino. O clube é o atual líder no ranking de torcedores, com média de 14.892 pagantes por jogo. O meia falou da importância da torcida no estádio empurrando o time.

“O apoio do torcedor é muito importante e sempre fez a diferença. Às vezes, tem jogo que infelizmente não dá certo, mas sem eles não iriamos conseguir chegar até aqui. O apoio é muito importante e eles precisam acreditar, como nós acreditamos”, finalizou.

Remo e São José (RS) se enfrentam nesta sexta-feira (16/08), às 20h, no Mangueirão. A partida é decisiva para ambas equipes, já que apenas 2 pontos separam os clubes na tabela.

O Liberal.com, 15/08/2019

6 COMENTÁRIOS

  1. Acreditar nós acreditamos e vocês jogadores acreditam mesmo??todo jogo é essa desculpa que precisam focar mais,dar algo a mais e tal e blá,blá,bla e na hora do jogo é aquela falta de vontade de vencer,falta de garra e ninguém chuta no gol e criam uma ou duas chances em 90 minutos e perdem ou empatam e dizem que precisam melhorar e tal e tal…já basta,joguem com vontade,com fome de bola,com sangue nos olhos por vitória e parem de se desculpar que aqui ninguém é mulher de malandro para ficar apanhando toda hora,criem vergonha na cara seus bando de jogadores atores,parecem que tem verme porra!joguem futebol com objetivo procurando o gol e parem de recuar bola toda hora seus atores que fingem serem jogadores,já basta de desculpas.

  2. é muito bla bla bla tem que jogar como se fosse a final de campeonato é duas vitorias na fase de grupo e depois no mata mata e pronto esquece essa merda de copa verde

  3. ei tecnico medroso ve se tu meche no time se nao fisser gol no primeiro tempo não espera leva gol pra meche seu bosta e manda essas porras darem passes de 15 20 30 metros enfiar bola da zaga para ataque não fik nessa frescura de querer sair bonitinho assista jogos da europa mané

  4. Não há sombra de dúvidas que a torcida fez seu papel neste campeonato… Obtendo uma média de 14.670 por jogo.. no entanto os jogadores estão deixando a desejar… Mas tenho esperança,,, vamos com garra TODOS NÓS… É SEMPRE ASSIM COM O LEÃO.

  5. Amigos o leao vai ganhar hoje, e tambem da mucura, o que falta no Remo nao e o homem gol e sim um jogador coloque os atacante na cara do gol porque esse neto baiano sabe fazer ele e artilheiro e que saudade do parker e quando rafael hansen volta porque da dor de ve esse lateral eu acho que o michel e melhor do que ele, e ele que foi o culpado do gol do sobradinho e o Djalma e melhor do que esse rapaz Amigos voces perceberam que o Ramires caiu de produçao depois que carlos alberto adoeçeu e zaga do remo sente a falta de rafael hansem espero que o sehor tenha piedade do meu Leao e que esses jogadores voltem logo para que a torcida voltem a sorrir, a eu ia esquecendo o MIMICA tem vaga nesse time do remo

Comentários