Echeverría
Echeverría

Enfim ocorreu a estreia do meia-atacante paraguaio Echeverría com a camisa do Remo. Em sua primeira vez em um jogo oficial, o camisa 17 do Remo atuou, se movimentou e deixou sua marca na vitória de 4 a 0 contra o Independente, em Tucuruí.

O jogador disse que quer “dar problema” para o técnico Netão quanto a escalação do time titular.

Contratado para ser o “garoto-propaganda” do clube em suas ações de marketing, Echeverría só entrou no time na 3ª partida do clube no Parazão e comentou a atuação, avisando que vai brigar por uma vaga no time de Netão.

“Apresentação boa. Deu tudo certo, fiz gol também. Mais importante é o coletivo, que conseguiu vencer e levar os 3 pontos para casa. A gente fez a nossa parte e agora o problema é dele (Netão). É a dor de cabeça boa, que todo treinador quer ter”, comentou.

O Liberal.com, 09/02/2019

6 COMENTÁRIOS

  1. Echeverria, Djalma, Vacaria e Gustavo Ramos devem ser titulares. Gostei muito do Lailson também. Opinião para escalação: Vinícius, Mímica, Jensen, Tiago Félix , Djalma, Robson, Vacaria, Echeverria, Gustavo Ramos, David Batista e Henrique.

  2. Concordo com Sther, entretanto eu quero lembrar que o Leão tem um time eclético, o Netão só pode começar com 11, cada jogo tem uma história, uma estratégia diferente que também depende, no dia do duelo, do estado de espirito de cada jogador. e da evolução técnica e tática do grupo. O maior do Norte tem um grupo de 18 Titulares, o Netão vai escolher os 11 que no seu entendimento serão os titulares que responderão melhor a sua estratégia contra o Serra no dia do Duelo. Boa sorte ao Netão. O sucesso do Leão está fundamentado numa defesa solida que escolta o Paredão Vinicius e num ataque que vem mantendo a média de 2 gols por partida, e podemos considerar um fato Histórico o maior do Norte ter um Grupo onde 18 craques podem assumir a Titularidade, conforme a estratégia escolhida pelo técnico Netão.

  3. Mostrou muita qualidade na finalização, na verdade, parece bom jogador no último quarto do campo, perto da grande área. Porém participou pouco da armação e marcação quase zero. Segundo toque na bola foi um belo gol aos 13, tocou de novo nela aos 23 e de novo aos 43, é preciso ter alguém que corra por ele. Mas confio no Netão que já tinha feito a estratégia de.jogar no contra-ataque onde o Echeverria se encaixou bem.

Comentários