Serra-ES 1x0 Remo (Gustavo Ramos)
Serra-ES 1x0 Remo (Gustavo Ramos)

O Remo foi eliminado da Copa do Brasil ao perder para o Serra (ES), por 1 a 0, na noite desta quarta-feira (13/02), no estádio Robertão, no município de Serra (ES).

O Leão precisava apenas do empate para se classificar e segurou o time capixaba no primeiro tempo, mas tudo desandou quando o volante Robson foi expulso, ainda no primeiro minuto da segunda etapa.

O Remo ficou no seu campo de defesa no primeiro tempo. Permitindo que o Serra (ES) avançasse, o que dificultou a saída de bola do time azulino.

O gramado irregular do estádio Robertão também dificultava as jogadas mais técnicas, fazendo com que alguns jogadores não tivessem chance de se articular em campo.

Com o passar do tempo, o Serra (ES) diminuiu o ritmo e permitiu que o Remo chegasse mais. Investindo no contra-ataque, o Leão foi se aproximando do campo adversário, mas sofreu com a marcação forte do adversário, principalmente, em cima de um dos principais jogadores do primeiro tempo, o atacante Gustavo Ramos.

A melhor chance do Remo foi apenas aos 21 minutos, quando Gustavo fez jogada individual pela esquerda, invadiu a área e chutou, mas a bola resvalou na zaga e o goleiro Walter conseguiu desviar. Até então, o Remo não estava conseguindo entrar no campo do adversário.

A partir daí o jogo ficou equilibrado. O Serra (ES) precisava do gol para se classificar. O Remo se defendia e aproveitava o contra-ataque. Na reta final do primeiro tempo, os capixabas pressionaram, mas a defesa remista estava atenta e bem postada.

A falta de pontaria dos atletas também ajudou o Remo. O Serra (ES) ainda pediu um pênalti do volante Robson após jogada de Lessinho, alegando que o azulino cortou a jogada com a mão. A arbitragem marcou apenas escanteio.

Logo no primeiro minuto do segundo tempo, Robson fez falta dura em Lessinho e recebeu o segundo cartão amarelo, sendo expulso e complicando a vida do Remo, que precisou se reorganizar em campo.

Em cobrança de escanteio de Emílio pela direita, Rael apareceu e mandou de cabeça para o gol, fazendo 1 a 0, resultado classificava o Serra (ES) para a próxima fase.

Foi preciso sofrer o primeiro gol da temporada para o Remo se espertar. Mesmo com um a menos, o Leão conseguia boas chances de gol, mas desperdiçava.

Faltava pontaria para conseguir colocar a bola para dentro. Foram muitas chances e pouca eficiência na conclusão. Em um delas, Tiago Félix foi acionado na ponta esquerda e cruzou para a área, mas a bola passou por todo mundo e saiu pela linha de fundo.

Ainda teve um cruzamento de Gustavo Ramos para Djalma, que cabeceou errado e perdeu chance clara de gol para o Remo.

Os azulinos tiveram boas chances até os acréscimos, quando o goleiro Vinícius foi para a área adversária para ajudar o Leão. Mesmo assim não teve jeito. O árbitro encerrou o jogo com o Serra (ES) eliminando o Remo da Copa do Brasil.

Foi só um gol, mas o suficiente para garantir a classificação tricolor para a próxima fase da Copa do Brasil, embolsando R$ 625 mil por seguir na competição. O Serra (ES) vai jogar contra o Vasco (RJ) na 2ª fase da Copa do Brasil.

O Remo agora vai focar no Parazão. No domingo (17/02), enfrenta o Paysandu, às 16h, no estádio Mangueirão, em partida válida pela 4ª rodada do Parazão.

O time azulino retorna para Belém nesta quinta-feira (14/02) e começa a preparação para clássico. Na sexta-feira (15/02) pela manhã está previsto um treinamento no Mangueirão.

O Liberal.com, 13/02/2019

9 COMENTÁRIOS

  1. Técnico medroso parecia que o SERRA era o time grande e o remo o pequeno. Ano após ano e a mesma coisa é poriso que tá essa MERDA. Vcs não aprendem só fazem vergonha pra nós torcedores que pagamos o salários de vcs. TIME MEDÍOCRE E MEDROSO

  2. Por favor, alguém avise ao Netão que o Remo é time grande e que não pode jogar recuado só pensando em se defender principalmente contra times mediocres como esse Serra. David Batista e Henrique no banco? É Brincadeira né.

  3. Culpa de Quem? Escalação e estratégia muito mal feitas. Abre o olho Diretoria! Por mais que queira o Netão é muito caseiro. Falta experiência.

  4. O remo menosprezou o adversário levando um time reserva.
    Da licença todo tempo e isso, vcs estão dando muita asa para o netao, o remo precisava deste dinheiro.

  5. Alguém terá que arcar com este enorme prejuízo financeiro devido essa desclassificação precoce. Sinceramente, começaria com esse Robson, dispensava logo no retorno à Belém.
    Na atual situação financeira do clube, foi com imensa tristeza que escutei o final do jogo de ontem. Perdemos cerca de R$ 1,5M com essa derrota, isso somente contando a Copa do Brasil. Se considerarmos o desanimo da torcida com esta derrota, o prejuízo será bem maior.
    Infelizmente, não temos gordura pra esse tipo de falhas. O Remo já está nas últimas, sobrevivendo com ajuda de aparelhos. Esse tipo de situação acaba enterrando de vez o clube.

  6. VENHO FALANDO QUE ESSE NETÃO É IGUAL MOTORISTA, GOSTA DE VOLANTE, DESDE O ANO PASSADO VENHO PEDINDO QUE O TÉCNICO DO REMO FOSSE O AGNALDO, ELE DEU CHANCE PARA JOGADORES DA BASE, COMO RONI, SILVIO E GABRIEL, O NETÃO TEM, KELVIN E LAILSON E DEIXA FORA ESSES CARAS, COM ESQUEMA COM 3 ATACANTES CONTRA O INDEPENDENTE, GANHOU DE 4, VOU DAR UM DICA SEU RETRANQUEIRO! VINICÍUS, GEOVANI, MIMICA, JANSEN OU KELVIN E TIAGO SODRÉ, VACARIA, LAILSON E ECHEVERRIA, HENRIQUE, D.BATISTA OU ALEX SANDRO E GUSTAVO RAMOS. TEM UM CAMISA 10 QUE DARIA CERTO NESSE TIME, DIGUINHO QUE ERA DO FLUMINENSE E ESTÁ JOGANDO NO CARIOCÃO!!!

  7. Netao covarde, é de fato treinador do de base….encheu de cabeça de área e o Remo a porcaria que ficou. Covardia com os torcedores.

  8. NETÃO o torcedor azulino está colocando total credibilidade em você , então mostre ao torcedor .

Comments are closed.