Clube do Remo - 114 anos
Clube do Remo - 114 anos

Há exatamente 114 anos, uma das instituições mais populares e tradicionais da região Norte do Brasil era fundada, em 5 de fevereiro de 1905. Com o nome de “Grupo do Remo”, uma associação encabeçada por 7 atletas de remo, que deu origem ao nome e, à época, ao carro-chefe esportivo praticado pelos fundadores.

Em 1911, após algumas crises financeiras e divergências internas, o Grupo do Remo passou por algumas reorganizações, sendo a principal em 15 de agosto de 1911, com a alteração no nome para Club do Remo (respeitando a grafia da época), ratificando as suas normas internas, estatuto e ampliação para outras modalidades esportivas, em 1914, em alusão à data de adesão do Pará à Independência da República.

Com rica história dentro e fora do Estado, hoje, o Leão possui um dos maiores patrimônios esportivos da região, com sede social, sede náutica, estádio próprio, conquistas locais, regionais e nacionais, como a Série C do Brasileirão, além do seu maior bem, que é a torcida, conhecida como “Fenômeno Azul”. Em retribuição à massa azulina, a atual equipe de diretores programou atividades para celebrar a data.

A partir das 14h, no mercado Ver-o-Peso, será cantado os parabéns com o corte do bolo, na presença da torcida, diretoria e presidência. O evento terá música e sorteios. Pelo período da noite, às 19h, um culto ecumênico irá ocorrer na sede social da Avenida Nazaré.

“É um momento muito especial para quem é remista, mas também quem respeita a história e a importância do clube no Estado”, explicou o presidente Fábio Bentes, que destacou o que gostaria que o clube ganhasse de presente no seu aniversário.

“O presente que queremos dar e estamos nos empenhando para isso é o acesso à Série B, a volta do nosso Baenão e outras construções que estamos nos preparando”, disse.

Os ídolos do futebol do Clube do Remo também fizeram questão de parabenizar o aniversário azulino de 114 anos.

“Não é qualquer clube que chega aos 114 anos, ainda mais com a dificuldade que sabemos que existe no futebol. Só tenho a agradecer. Quando guri, era torcedor; quando adulto, pude jogar e manter a identidade. O Remo merece tudo de bom e desejo ao presidente sorte, para que coloque o nosso clube em melhor lugar”, disse o ex-goleiro Ivair Mendes do Rosário, o “Nego Gato”.

Agnaldo de Jesus, mesmo exercendo a função de treinador do Bragantino, não esconde o sentimento pelo Leão. Vencedor inúmeras vezes com a camisa remista, o ídolo deixou o seu recado.

“Só quem conhece esse clube sabe o que é amar. O Remo é um gigante e esse aniversário é uma prova. Que conquiste aquilo que esteja no seu planejamento”, comentou o “Seu Boneco”.

Diário do Pará, 05/02/2019

1 COMENTÁRIO

  1. Uma palavra te define: emoção. É esse sentimento que tu causas em nossa torcida . Parabéns Clube do Remo !!!

Comments are closed.