Confiança-SE 0x2 Remo
Confiança-SE 0x2 Remo

Mais do que a vitória com autoridade, dos gols produzidos em lances coletivos, na atuação do Remo contra o Confiança (SE), impressionou a capacidade de organização e recomposição no meio-campo, em afinada conexão com a defesa, permitindo pela primeira vez na competição uma atuação encaixada, sem dar chances maiores ao adversário.

Não era um oponente qualquer: era o Confiança (SE), jogando em casa, ao lado da torcida e com necessidade de impor pressão ofensiva para quebrar o longo jejum de vitórias. A última obtida, por coincidência, em Belém, contra o Remo, por 3 a 0.

A velocidade com que o Leão retomava a bola e partia para o ataque surpreendeu o Confiança (SE). A estratégia foi premiada logo de cara com o gol de Gabriel Lima, resultante da perfeita troca de passes entre Nininho, Eliandro e Rodriguinho.

Jogando sem receios, bem organizado e sem afrouxar a marcação, o Remo ainda desfrutou de grande oportunidade aos 26 minutos, com Eliandro limpando lance na área e batendo rasteiro. O goleiro defendeu parcialmente, mas Dedeco não aproveitou o rebote.

Aos 36 minutos, Rodriguinho lançou Fernandes em profundidade e este cruzou na medida para Gabriel, que fechava na pequena área. O atacante desviou a bola tirando do alcance do goleiro Genivaldo, fazendo 2 a 0.

O Confiança (SE) se atrapalhava nas subidas, errando muito com Raí, Vila, Léo Ceará e Yago, que esbarravam na firme “parede” de marcação dos volantes Vacaria e Dudu, ambos com trabalho incansável à frente dos zagueiros.

Na etapa final, o Remo se dedicou a controlar o jogo, sem forçar as saídas. A entrada de Tito deu maior presença aos sergipanos na frente, mas a defesa azulina reagiu bem. Eliandro, Gabriel e Leandro Brasília tiveram ainda boas oportunidades para ampliar.

Um resultado importantíssimo, que recoloca o Remo na briga contra o rebaixamento, podendo até sair da zona de degola na próxima rodada, caso vença o ABC (RN) e Juazeirense (BA) e Salgueiro (PE) empatem entre si.

Blog do Gerson Nogueira, 23/07/2018

4 COMENTÁRIOS

  1. Finalmente um técnico acertou a escalação correta do time. Retirou o Isaac, Leandro Brasilia, Geandro, essas figuras carimbadas que pouco ou quase nada rendem para o coletivo. Espero que o Netão não mexa nesse time até mesmo para dar mais conjunto e mais senso de equipe. Com essa formação eu volto a acreditar que é possivel permanecer na série C.

    • Leandro Brasília é um bom jogador. Injusto creditar a ele os insucessos. Tem técnica mais apurada pra um volante, e fecha bem os espaços.

  2. Vamos ganhar todos os jogos que restam, os mucurentos ja tavam comemorando sai pra la secador.

Comments are closed.