Baenão
Baenão

Depois de 5 dias de exames médicos e testes físicos, a parte do elenco do Clube do Remo que está em Belém e à disposição começa nesta segunda-feira (17/12) a etapa de treinos físicos e com bola.

Os novatos terão o primeiro contato com o técnico João Nasser Neto, que estava participando do curso “Licença A”, promovido pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), na Granja Comary, em Teresópolis (RJ).

A comissão técnica azulina também terá reforço, com a chegada do preparador físico Wellington Vero, que terá a oportunidade de trabalhar desde um início de temporada sem estar ao lado do técnico Givanildo Oliveira. Da última vez em que esteve no Baenão com Givanildo, Vero permaneceu no clube mesmo após a saída do treinador.

Já estão em Belém e começam a treinar com bola os goleiros Vinícius, Thiago e Evandro Gigante; o zagueiro Mimica; os laterais Ronaell, Geovane e Tiago Felix; os volantes Robson, Dedeco e Welton; os meias Djalma, Diogo Sodré e Samuel; e os atacantes Alex Sandro, Gustavo Ramos e Henrique.

O elenco ainda conta com 6 atletas das categorias de base que estão em treinamento para a Copa São Paulo, em janeiro, além do atacante Emerson Carioca, que veio para testes.

Os zagueiros Fredson e Rafael Jensen, o meia Eduardo Echeverría e o atacante Wallacer só se apresentam no clube após o Natal, pois defendiam clubes da Série B e precisaram de um tempo a mais de férias.

A diretoria corre contra o tempo para definir um local para a pré-temporada. O “plano A” continua sendo Barcarena, a partir do dia 06/01, permanecendo por lá por aproximadamente 2 semanas e voltando a Belém na véspera do início do Campeonato Paraense de 2019.

“Se o ‘plano A’ não der certo, o ‘plano B’ é permanecer em Belém mesmo”, comentou Dirson Medeiros, um dos membros da diretoria de futebol azulino.

Ainda esta semana, os últimos contratados podem ser anunciados pelo clube. A prioridade é o ataque, que ainda deve contar com pelo menos mais dois homens de área, um mais experiente e outro mais jovem, provavelmente emprestado de um clube paulista da Série A do Campeonato Brasileiro, a partir de uma parceria que o Remo tenta firmar.

Diário do Pará, 17/12/2018

3 COMENTÁRIOS

  1. já deu Helton temos que buscar caras novas com qualidades e com vontade de jogar no remo não só por dinheiro

Comments are closed.