Cerca de 19 jogadores serão contratados, mas executivo descarta Flamel, Capanema, Edgar e Pimentinha

14/11/2017
Flamel

Nesta segunda-feira (13/11), o executivo de futebol Zé Renato, que vem traçando o planejamento do Remo para a temporada 2018, falou dos contatos que estão sendo feitos com jogadores que podem reforçar o clube no ano que vem e dos motivos que levaram à escolha de Ney da Matta para comandar o Leão.

“São 14 dias de muito trabalho. Desde que cheguei, não paramos no mercado. Tivemos muitas reuniões. Também teve a chegado do (técnico) Ney da Matta. Fizemos muitas buscas de atletas que podem se encaixar no perfil. Estamos trabalhando muito e tendo o empenho para o Clube do Remo, que é muito grande no Brasil”, disse.

“Quando cheguei, o nome dele (Ney da Matta) já estava. Além disso, é um nome que sempre levo para onde vou. Todos que foram especulados pelo Remo são profissionais competentes, mas o Ney tem uma história vencedora e isso contou muito. Ele é um cara capacitado que, com certeza, vai ajudar muito em 2018”, continuou Zé Renato.

Quanto às contratações para as primeiras competições do ano que vem (Campeonato Paraense, Copa do Brasil e Copa Verde), Zé Renato afirmou que Ney da Matta pretende contar com um grupo de 28 atletas e que, em razão disso, as importações devem chegar até a 19 reforços. O dirigente azulino ainda revelou o perfil de grupo que será formado no clube, já objetivando a participação na Série C do Brasileirão.

“Falam muitos nomes nos bastidores. É normal, mas a gente sempre fica no silêncio para não atrapalhar as negociações. Se anunciarmos, outras equipes vão se alertar e também querer. Então, divulgaremos depois que assinarem contrato e estiverem no site do clube. Apalavrados estão 5, mas chegarão cerca de 18 ou 19. Acreditamos que os números serão esses”, definiu o executivo.

“Queremos um grupo que possa se encaixar no trabalho do Ney. Muita exigência no dia a dia. O jogador tem que se enquadrar e vamos procurar quem possa se encaixar nesse perfil de Série C. Estou acostumado com Série B e Série C e sabemos qual o perfil de atleta que se encaixa. A gente que trabalha nisso tem que acompanhar todas as Séries. No entanto, a Série C tem o seu próprio perfil. No ano que vem, teremos grandes clássicos, acaba sendo quase uma Copa do Nordeste. É um campeonato forte. Vamos buscar jogadores com o perfil vencedor”, comentou.

Especulados durante a semana como nomes que poderiam ser anunciados como parte do elenco para a temporada 2018, pelo menos 4 atletas não devem compor esta equipe.

“Ricardo Capanema e Flamel não tem possibilidade no momento”, declarou Zé Renato, descartando também os retornos de Pimentinha e Edgar.

Por outro lado, o atacante João Victor, que deixou o Leão este ano e está na Tuna, será observado com mais atenção na sequência da Segundinha do Parazão.

“Não conheço o João Victor, mas tem diretores que conhecem. Preciso o ver jogando neste final de semana, para ver se encaixa no perfil do Ney. Se encaixar, vamos conversar”, completou o executivo, que está observando outros jogadores na Segundinha do Parazão.

A apresentação do novo elenco do Remo está marcada para o dia 04/12. Os jogadores e a comissão técnica trabalharão até o dia 23/12 e recebem, em seguida, uma folga para as comemorações natalinas, com retorno logo após, sem pausa no Ano Novo.

Globo Esporte.com, 13/11/2017

11 Comments

  1. Wilson Maia

    14 de novembro de 2017 at 14:37

    Não tem que ficar com nenhum perdedor do ano passado. Zerar o elenco.

    P

    • Luciano sousa

      15 de novembro de 2017 at 16:16

      Concordo com os comentário, que sirva também pra vários dirigentes que passaram pelo Remo e, não fizeram nada. Vamos que Leão.

  2. Mario Cordeiro Cordeiro

    14 de novembro de 2017 at 16:44

    O gerente remista fala com propriedade como se dinheiro tivesse bamburrando lá pelos lados da Antonio Baena. A experiência teórica de futebol em Belém e uma coisa e de prática é ainda muito mais para quem está chegando agora. Me parece bastante falastrão esse rapaz. Já assisti esse filme varias vezes.

  3. Léo Leão

    14 de novembro de 2017 at 18:40

    Vamos esperar que as contratações que serão feitas sejam tão sensatas quanto o veto a esses 4 nomes que pouco acrescentariam ao Leão. Vamos torcer que dê certo.

  4. CICERO TANCREDO MARTINS SALDANHA SALDANHA

    14 de novembro de 2017 at 20:49

    Sou torcedor do Paysandu, mais admiro a forma como as coisas estão sendo conduzidas no clube do Remo, só assim este clube que não é pequeno, alcançará um lugar de destaque, com essa responsabilidade na condução da administração do clube, sucesso, quem tem a ganhar com isso somos nós torcedores, independente da agremiação.

  5. Amauri Luz

    14 de novembro de 2017 at 21:21

    Tá certo o Zé Renato. Nem pensar em Ricardo Capanema que, na minha opinião, é um Ilailson piorado. Flamel, embora tecnicamente seja qualificado, no Remo não produziu o esperado, sem contar seus problemas físicos. Edgar e Pimentinha são, inegavelmente, jogadores de grandes recursos técnicos, mas como profissionais de futebol são totalmente condenáveis, pois desconhecem que antes de serem jogadores são homens, e que, nessa condição têm que ter caráter, responsabilidade e respeito pelo empregador, pela torcida e pelos seus companheiros de trabalho. Vamos evoluir nosso pensamento e modo de trabalho, para sairmos da mesmice que nos afundou nesse atoleiro que já dura anos.
    Ao trabalho!

  6. Alcindo Nunes

    14 de novembro de 2017 at 22:41

    Acredito que todos os esforços da diretoria e da nova equipe Azulina serão bem vindos, pois a nossa turma é toda de valor. O Clube do Remo é uma grande agremiação e merece estar no topo do campeonato brasileiro….Parabéns a todos….

  7. Cristiano Nascimento

    15 de novembro de 2017 at 10:09

    Tem a montar uma equipe de série b logo

  8. José Maria Nascimento

    15 de novembro de 2017 at 13:40

    Estou de acordo com esta nova comissão técnica em dispensar esses barqueiros como Eduardo Ramos, Pimentinha, Edgar. Que venham jogadores comprometidos com o clube.

  9. JOAO BARROS

    15 de novembro de 2017 at 18:57

    Ja vi esta novela em diversas oportunidades. Nao se fala em patrocinios fortes ou mesmo em capanhas que revigorem o nacao azul. Portanto, como especular um time forte se nao ha os devidos meios para manter.

  10. jose maria.

    17 de novembro de 2017 at 21:58

    SOMOS TORCEDORES E QUEREMOS UM TIME FORTE PARA O PARAZÃO E SÉRIE C, SEM ESSA DE MUDAR TUDO EM CIMA DA HORA.

Deixe uma resposta