Remo 2×1 Avaí-SC (Wellington Silva)
Remo 2×1 Avaí-SC (Wellington Silva)

O que vem depois da grande vitória sobre o Avaí (SC)? O Clube do Remo começou jogando a Série B sob alto grau de incerteza, mas o bom desempenho na estreia fora de casa, contra o CRB (AL), e depois com a vitória diante do Brasil (RS), no Baenão, trouxeram boas expectativas.

O sinal de alerta só acendeu nas rodadas seguintes, após seguidos tropeços da equipe, alguns provocados pelo “apito amigo” para os adversários. Assim, mergulhamos no inferno, experimentando a zona de rebaixamento.

Bonamigo, excelente treinador e de caráter exemplar, deu lugar a Felipe Conceição. Chegaram reforços, com destaque para Victor Andrade. A equipe alavancou resultados, mas sofreu com muitos desfalques ao longo da competição, que provocaram a oscilação do desempenho.

Mesmo com tamanhas dificuldades, após a 24ª rodada já olhamos para a parte de cima da tabela, coladinhos no Vasco (RJ) e prontos para o bote que nos levará ao Top-10, nosso sonho de consumo para as próximas rodadas.

Mas qual será o nosso destino?

Para os otimistas, para permanecer na série B, o Remo precisa de mais 2 vitórias e 1 empate, pois com 40 pontos ficaríamos acima dos pontos de Londrina (PR) e Figueirense (SC), rebaixados em 2019 e 2020, respectivamente, ambos com 39 pontos.

Para os estatísticos, precisaríamos de 3 vitorias, 9 pontos que adicionados as nossos 33, completariam 42 pontos, 1 acima da média de rebaixamento dos últimos 5 anos.

Para os previdentes, precisamos de 4 vitorias para ficar com 45 pontos, 2 acima do Paysandu (rebaixado de 2018, com 43 pontos) e 1 acima do Luverdense (MT), rebaixado em 2017, com 44.

Se fazemos as contas para não entrar no inferno, por que não fazer as contas para entrar no céu? Ainda faremos 14 jogos, sendo 6 dentro e 8 fora.

No Baenão, o Remo vai enfrentar Náutico (PE), Coritiba (PR), Ponte Preta (SP), Londrina (PR), Goiás (GO) e Confiança (SE).

Fora de casa, vai jogar com Guarani (SP), Sampaio Corrêa (MA), Vila Nova (GO), Brusque (SC), Cruzeiro (MG), CSA (AL), Operário (PR) e Vasco (RJ).

O Cuiabá (MT) subiu em 2020 com 61 pontos. Em 2019, o Atlético (GO) conseguiu o acesso com 62 pontos e, em 2018, o Goiás (GO) entrou na Série A com 60.

Temos 33 pontos, então para sonharmos com o céu, precisaríamos de 9 vitórias e 2 empates ou de qualquer outra combinação de resultados que nos tragam os 29 pontos necessários para atingir os 62 pontos, projetados estatisticamente para subir à Série A 2022.

As estatísticas orientam, mas não entram em campo. O fator “H” (de humano) vai decidir se vamos usar nossa calculadora para ver se entraremos no céu ou cairemos no inferno, opção que nem queremos considerar. Que role a bola!

O que você acha? Lutaremos para não cair ou iremos surpreender e brigar lá no Top-10?

Texto enviado por: Paulo Gaya

Venha ser também um colunista do Remo 100%

Os textos publicados na categoria “Colunistas” são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam necessariamente a opinião deste site.

11 COMENTÁRIOS

  1. Acho que o Remo termina lá pela 10° posição com uns 50 pontos. Está ótimo, considerando as dificuldades desse ano. Termos o entregão do jansen de titular absoluto prova que é um elenco com varias deficiências, inclusive por opção técnica.
    Ano que vem sim precisamos de mais ambição, visando as primeiras posições

  2. Não adianta querer se iludir. A meta do Remo tem que ser realista e isso implica em se manter na série B de forma confortável sem perrengues. Ficando entre os 10 primeiros está muito bom.

  3. Ótima análise do Paulo Gaya.

    Para ser mais preciso nas projeções é importante considerar mais o desempenho dos clubes nesse ano na série B e suas capacidades nos jogos que restarão.

    Sendo conservador e mais cartesiano, a tendência do querido Clube do Remo é ficar entre os 10 primeiros da tabela de classificação no final dessa série B.

  4. Paulo Gaya, o Remo não cai, eu disse isso desse jogo contra a Ponte Preta, quando o time fez uma das suas melhores partidas. E digo isso não por ser uma inabalada otimista, digo por ver futebol há muito tempo e constatar que o Remo não tem um elenco muito inferior aos que temos na série B, embora em algumas derrotas, alguns torcedores incautos chegaram a dizer que o time era de série D, puro desespero. O Remo fez jogos muito ruins, como contra o Botafogo lá (mas jogou bem aqui), contra o Londrina lá e contra o Operário aqui, alguns jogos jogou bem e não trouxe melhor resultado em função de erro de arbitragem, e alguns jogou bem e nada impediu a vitória, como contra a Ponte preta, Vasco, Vitória, Avaí. Temos mais jogos de regular para bom do que de regular para ruim, estamos lutando com alguns jogadores fundamentais ainda afastados por problemas clínicos, como o Erick Flores e Ennes, porém temos um técnico muito sensato e bom, porque tem encontrado alternativas para os desfalques e tem mantido o time na briga, com um formato de jogo inteligente, diferentemente do bom técnico Bonamigo, que insistiu com 3 atacantes, quando esse ataque não produzia nada com centro avantes inoperantes e um meio de campo e defesa vulneráveis. O Conceição ajeitou isso, por isso ganhei confiança e tive e tenho certeza que esse time não cai. Mas também não vai subir, vamos ficar pelo meio da tabela, talvez no final da primeira página ou no início da segunda, mas vamos conseguir o objetivo principal que é permacer na série B, feito muito importante, visto todas as dificuldades que enfrentamos sem torcida, que é o grande patrocinador do clube. Vamos ter o pé no chão, ter olhos frios e coração quente. Abraço.

  5. Acho que o entendimento de permanecer na série B, seria uma consequência e não uma Meta, mesmo com todas as dificuldades já relacionadas e descutidas pela diretoria e pelo Fenômeno AZUL…

  6. Hoje graças a Deus nós remista já podemos projetar uma participação mais tranquila nesta campanha da série B maís cobiçada dos últimos tempos, certamente a permanência depois de ficar algumas rodadas na lanterna da competição é Sim o nosso grande objetivo !

  7. O meu pensamento é sim, de lutar a cada jogo com o intuito de subir que seria o plano A, e se não der pra subir, aí sim, iríamos para o plano B que é a permanência na série B. Pensamento positivo não faz mal a ninguém e nem custa nada.

  8. Se terminar entre os 10 ja estara de bom tamanho;temos a base para ano que vem,trazer contrataçoes pontuais e ai sim,subir definitivamente para a Serie A.

  9. Perfeito. Tudo é consequência na vida. Então, tenho apostado no nosso Leão no curto prazo porque conseguir fazer uma equipe competitiva sem comprometer seriamente os cofres do clube e no longo e médio prazo porque está investindo em centro de treinamento, NASP,. Só sinto falta de um bom planejamento de formação de base. Um futuro glorioso nos espera. Grande abraço Leonino.

  10. Eu ainda acredito que da pra subir,vamos pensar positivo,o remo nao pode ter medo de ser feliz,vamos que vamos leao.

  11. Prefiro o céu ,com medo do inferno. do que ficar no meio termo, embora a prudência nos recomenda ir devagar que o Andor é de barro.

Comments are closed.