André Cavalcante
André Cavalcante

O ex-presidente André Cavalcante, 47 anos, anunciou, na manhã desta quarta-feira (10/10), que não deve concorrer ao cargo máximo do Clube do Remo no biênio 2019/2020.

Alegando problemas profissionais, o advogado comentou que seu escritório que lhe toma muito tempo mas que, apesar disso, tentará uma vaga no Condel (Conselho Deliberativo).

“Levei em consideração questões pessoais e profissionais. Porém, o que mais pesou foi o fato da minha candidatura rachar votos contra essa gestão desastrosa que está aí. Nunca colocaria um projeto pessoal acima dos interesses da instituição. Vou ajudar o Clube, mas no Condel”, disse Cavalcante.

Os pré-candidatos ao cargo de presidente do Remo, de acordo com o edital publicado pelo presidente da Assembleia Geral, Robério D’Oliveira, estão com prazo de inscrição da suas respetivas chapas até às 21h desta quarta-feira (10/10).

A lista dos presidenciáveis consta, agora, com 3 nomes – Marco Antônio Pina, o “Magnata” (vice de Zeca Pirão, em 2014), Fabio Bentes (vice de André Cavalcante, em 2016) e o atual presidente, Manoel Ribeiro, que busca a reeleição.

Confira a postagem de André Cavalcante, em seu perfil no Facebook:

Caros amigos, em especial aos azulinos.
Gostaria de comunicar a todos que, após ponderar questões profissionais e pessoais, cheguei à conclusão que esse não é o momento para voltar a tentar à presidência do Clube do Remo.
Ademais, manter nossa candidatura significaria dar chance ao projeto que hoje comanda o Clube de se manter no poder, o que não pode ou deve ser admitido por quem de fato gosta do Remo. Nunca, em hipótese nenhuma, colocaria meus projetos pessoais à frente dos interesses da instituição.
Não me furtarei, contudo, em colaborar com o Clube, mas minha missão no próximo biênio será no Condel.
Por outro lado, o Movimento “Remismo” não irá morrer. Ao contrário, será reforçado para ser um fórum permanente de debate do clube. Continuaremos a ajudar com propostas e ideias, pelo que reforço o convite a todos que amam o Remo para se juntar a nós.
Quero, por fim, agradecer a todos os sócios e não-sócios que mandaram mensagem manifestando apoio e mostrando a confiança no nosso trabalho. Saibam que, nos momentos de incerteza, a solidariedade de vocês foi fundamental e nos deram a certeza que precisávamos voltar a contribuir efetivamente com o clube, o que farei no Condel, caso eleito.
Que o Filho da Glória e do Triunfo possa voltar a ocupar seu papel de destaque no desporto nacional.
Um forte e azulino abraço!
André Cavalcante

Portal ORM, 10/10/2018

3 COMENTÁRIOS

  1. Boa noticia!!! Esse senhor não deveria nem pensar em se candidatar, assim como magnata e Raimundo Ribeiro. Ainda acreditando em um nome melhor pra presidente do meu amado Clube do Remo

Comentários