Sem Eduardo Ramos, Flamel vira referência no meio-campo azulino

11/01/2017
Remo 4x1 Sel. de Ponta de Pedras (Flamel e Josué Teixeira)

O Clube do Remo não terá, pelo menos até o início da Série C do Campeonato Brasileiro, o seu principal nome nas últimas temporadas – o meia Eduardo Ramos. Para cortar gastos, o atleta acabou sendo emprestado ao Santo André (SP) para a disputa do Campeonato Paulista neste início de 2017.

Sendo assim, quem passa a herdar a camisa 10 do Leão é o meia Flamel, que vai ter os holofotes do futebol paraense voltados para si, com a missão de armar o time azulino e até fazer gols.

Para ter destaque no ano, o meia vem treinando forte nesta pré-temporada e revela que jogador não gosta deste primeiro momento de treinos.

“Jogador não gosta muito desse primeiro momento, pois é muito exigido na parte física, mas sabemos que é muito importante, principalmente no futebol de hoje, que é muito dinâmico. Temos sempre que fazer da melhor forma possível”, disse.

Flamel, de 33 anos, natural de Oriximiná, no Oeste paraense, é cria das divisões de base da Tuna Luso e carrega um currículo vasto de times que já defendeu em sua carreira. O meia chegou ao Clube do Remo em agosto da temporada passada, mas teve poucas oportunidades na Série C, estando em campo em apenas 3 jogos, sem marcar gols.

O Futebolista, 10/01/2017