Novo formato para o Leão

19/05/2017
Tsunami

Henrique e Tsunami na marcação mais agressiva pelos lados e Bruno Costa como peça central da zaga, na cobertura. Como esse trio de zaga, o Remo deve potencializar o papel ofensivo de Daniel Damião e Gerson nas alas, mas vai depender da postura do time.

A ideia é explorar os contra-ataques. Se o time remista tiver bom encaixe tático no novo formato, será grande a possibilidade de êxito. Porém, se recuar a ponto de isolar os atacantes, o Leão vai tomar sufoco do ASA (AL), que está pressionado pela torcida a jogar no ataque.

Embora tenha testado o time nesse sistema, nem Josué Teixeira tem certeza da resposta que o Leão dará no jogo. Trata-se de uma aposta circunstancial, por ainda não contar com Flamel e ter ficado sem Danilinho e Kaio Wilker para esse jogo. O meia Ronny é a opção no banco para restabelecer o 4-4-2, se for necessário.

Ano passado, o Remo foi derrotado pelo ASA (AL) em Belém (1 a 0) na 2ª rodada da Série C. Neste sáabdo (20/05), se enfrentam novamente na 2ª rodada, mas em Arapiraca (AL). Será o dia do troco?

Coluna de Carlos Ferreira, O Liberal, 19/05/2017