Eduardo Ramos ficará livre para armar as jogadas

16/07/2017
Eduardo Ramos

A mudança na forma de jogar do elenco azulino pode ajudar ainda o meia Eduardo Ramos, que vinha sendo criticado pela atuação ruim nas últimas partidas, ainda sob o comando de Oliveira Canindé.

“Acho que agora não tem muita diferença no treinamento com a troca dos técnicos. Léo Goiano trabalha muito e cobra. A gente espera ser mais competitivo. Queremos entrar fortes e lutar pelo que desejamos”, afirmou Eduardo Ramos, que acredita que finalmente a vitória e a boa atuação vão ocorrer.

“Léo Goiano colocou 3 volantes e vamos ter liberdade para criar e e chegar à área do adversário. Apesar do pouco tempo, acreditamos que vai ter resultado e demonstraremos, diante do Fortaleza (CE), uma equipe diferente, mais forte e competitiva, lutando pelos nossos objetivos. Jogar com 3 volantes dá mais tranquilidade. Ficamos 90% na criação e podemos tentar jogadas e fazer os gols”, afirmou.

O Remo acabou terminando o primeiro turno fora do G4. Foram alguns pontos desperdiçados na primeira parte da Série C e agora, a partir da 10ª rodada, com a segunda troca de treinador e os jogos de volta, o foco é em não desperdiçar mais nenhuma ponto.

“Infelizmente, não terminamos como gostaríamos o ‘primeiro turno’. Agora é hora de vencer jogo fora. Esse contra o Fortaleza (CE) é encarado como uma final. Vencer o Fortaleza (CE) vai servir, além de pontos, como motivação para os outros jogos. Temos que encarar como o jogo do ano e fazer de tudo para conseguir a vitória porque será um jogo importante”, afirmou Eduardo Ramos.

“Fortaleza (CE) todo ano faz boa companha. Não é para desmerecer, mas neste ano não há equipe extraordinária na competição. Todos estão no mesmo nível e um detalhe faz a diferença. Agora, com a chegada do Léo, acreditamos que a gente possa corrigir os erros e brigar pela classificação”, comentou o camisa 10 do Leão.

O Liberal, 16/07/2017