Remo inicia modernização do Baenão

21/08/2013
Baenão

Em breve, o estádio Evandro Almeida, o Baenão, terá outro aspecto, mais profissional e bem cuidado. As obras começaram na manhã de ontem e constarão, na primeira etapa, de demolição de algumas estruturas, como as arquibancadas de concreto pelo lado da Travessa das Mercês, a retirada das cadeiras vips daquele setor, que serão remanejadas para o lado da Travessa Antônio Baena, além da troca completa do gramado e da drenagem do campo. O diretor de estádio do clube, Clelson Oliveira, esteve no local verificando as obras e disse ser este o primeiro passo para a revitalização e modernização do estádio remista.

“Essa primeira etapa da reforma, que consiste na troca das cadeiras vips por assentos retráteis no padrão Fifa e na construção dos camarotes, será concluída em dezembro. No momento, juntamente com o engenheiro Saulo Custódio (irmão do vice-presidente de futebol Henrique Custódio), estamos fazendo um estudo sobre as fundações e os pilares de sustentação dessa parte das arquibancadas que vai receber as novas cadeiras e o setor de camarotes”, explicou Oliveira, lembrando que a reforma será financiada pela parceria fechada recentemente com a Ambev, cujo lançamento oficial está marcado para o dia 03/09, em um coquetel na sede social da avenida Nazaré.

Já o diretor comercial do Remo, Stefani Henrique, acrescentou que além das mudanças nas cadeiras e reforma do gramado, as instalações internas do estádio, incluindo banheiros, cozinha e concentração também serão revitalizadas. “Depois vamos passar para as arquibancadas, banheiros e outras áreas. Lembrando que é uma obra que vai até dezembro. Tem a ver com a venda das cadeiras. Vamos começar a vender a partir do dia 03/09. Os camarotes acima das cadeiras também”, revelou Henrique.

Segundo o dirigente, os preços para a compra das novas cadeiras e dos camarotes já estão definidos. “Vamos ter um lançamento de 1.800 cadeiras vips, ao valor de R$ 2 mil cada. O torcedor pode dar R$ 500 de entrada, mais cinco parcelas de R$ 300, com validade de dois anos. Os camarotes vão custar R$ 20 mil, com R$ 10 mil de entrada e cinco parcelas de R$ 2 mil. A validade também será de dois anos. O camarote terá capacidade para 10 pessoas”, completou.

A expectativa é de que os camarotes sejam adquiridos por empresas ou grupos de torcedores. Já as cadeiras serão comercializadas individualmente. “Acreditamos que a capacidade do Baenão, após esta grande reforma e com a construção da rampa de acesso pelo lado da Almirante Barroso, passará a ser de 18 mil pessoas a partir de janeiro do ano que vem”, projetou Clelson Oliveira.

Enquanto durar a reforma do Baenão, os jogos do Remo serão disputados no Mangueirão, inclusive a estreia da Copa do Brasil Sub-20, contra o Vitória (BA), no dia 04/09, 20h30.

Amazônia, 21/08/2013